A escola está sob investigação após estudantes brancos leiloarem escravos com colegas negros

Uma mãe da Carolina do Norte nos Estados Unidos acusou os alunos da escola onde seu filho estuda de patrocinar um “leilão de escravos”. Na dinâmica, alunos negros foram colocados à venda e alunos brancos participaram com lances. A informação é do jornal New York Post.

Segundo Ashley Palmer, o caso aconteceu na JS Waters School, em Goldston, que tem 195 alunos, sendo 68% brancos.

“Nosso filho foi submetido a um leilão de escravos por seus colegas de classe e, quando ele nos revelou, nos disseram que tal coisa parecia tão normal que ele sentiu que não valia a pena compartilhar”, escreveu Palmer em um post. no Facebook em 4 de março.

“Seu amigo saiu por US$ 350, e outro estudante era o dono de escravos porque sabia como lidar com eles”, disse Palmer. “Desde quando as crianças são tão descaradamente racistas? Por que essa cultura é aceitável?”, perguntou a mãe do jovem negro.

Além disso, segundo a mãe, os alunos que participaram do leilão receberam apenas um dia de suspensão. Na segunda-feira, o superintendente das escolas públicas do condado de Chatham, Anthony Jackson, pediu desculpas pelo incidente e ordenou ações imediatas para evitar que atividades semelhantes acontecessem novamente.

“Gostaria de pedir desculpas a todos os alunos que já se sentiram inseguros sob nossos cuidados, todos os alunos que já se sentiram humilhados, desrespeitados ou marginalizados por causa de sua raça, etnia, gênero, religião ou deficiência”, disse Jackson.

“Nas escolas do condado de Chatham, nos orgulhamos do fato de que a diversidade é nossa força e, daqui para frente, nosso foco intencional será garantir que essa celebração seja inclusiva”, disse ele. “Ações como essa simplesmente não refletem quem somos como sistema escolar e não serão toleradas. Aqueles que participam de atos que rebaixam alguém estão agindo fora dos valores do nosso sistema escolar e serão responsabilizados por qualquer meio à nossa disposição”, continuou Jackson.

“Por mais doloroso que tenha sido ouvir alguns desses relatos, quero agradecer àqueles que tiveram a coragem de falar a verdade”, acrescentou, segundo o Daily Beast.




Saber mais

+ Versão alemã: Esposa de funcionário que agrediu morador de rua diz “vi a imagem de Deus”

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta

+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com acertos de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave carne de frango crua


See also  Banco do Japão oferece compra ilimitada de títulos por 4 dias para defender o limite de rendimento

Leave a Comment

x