A secretária presta informações sobre medidas educativas no combate ao racismo nas escolas

Clélia Mara dos Santos participou do “Canal Direto com a Prefeitura” nesta segunda-feira (21).


Em meio à programação do Novembro Negro, o “Canal Direto com a Prefeitura” recebeu nesta segunda-feira (21) a Ministra da Educação, Clélia Mara dos Santos, e abordou a aplicação de leis e políticas públicas de combate ao racismo e o empoderamento da Cultura Afro-brasileira no Educação Comunitária em Araraquara.

Clélia explicou que a Lei Federal nº 10.639 de 2003 alterou a Lei de Políticas e Fundamentos da Educação Nacional, permitindo que os sistemas públicos e privados de ensino no Brasil tratem da história e da cultura afro-brasileira. Em 2008, a Lei nº 11.645/2008 alterou a legislação para incluir também a história dos povos indígenas.

“É uma legislação fundamental para nós, um debate importante e uma discussão séria e permanente nos sistemas de ensino sobre essa questão específica do país, o racismo, que está presente nas mais diversas formas. Tratar desse tema na escola é absolutamente necessário e importante”, afirma a secretária.

Clélia relatou as medidas desenvolvidas pelo município para combater o racismo no ambiente escolar. A Secretaria de Educação criou, inclusive, uma Coordenação Técnica de Relações Etno-Raciais, coordenada pela coordenadora Rosires de Fátima Botelho. Outras iniciativas são o aperfeiçoamento de educadores, a compra de livros paradidáticos e literários🇧🇷 para apoiar professores, educadores e profissionais de apoio🇧🇷 e a aquisição de bonecas negras.

“Adquirimos uma quantidade significativa de bonecas negras. Pode parecer bobagem, mas não é. Meninas e meninos que estão em nossas escolas precisam ver essa diversidade em todos os lugares, inclusive no ambiente de brincadeira. Por que só as barbies estão lá? Por que não temos uma barbie preta, preta? É importante que eles estejam lá, que sejam lindos e que quebrem os estereótipos que tínhamos sobre bonecas negras. Essa foi uma ação muito significativa e muito importante das escolas da rede comunitária. Também compramos um atlas [“Atlas Geocultural da África”] isso traz um contexto importante para o que estamos falando sobre a África ontem e hoje”, explicou o secretário.

A educação também comprou caixas de lápis de cor em diferentes tons de pele para as escolas. “Somos muito diferentes e é importante mostrarmos essa diferença. E o fato de sermos diferentes não significa que somos melhores ou piores. Somos diferentes porque somos diferentes. E porque somos diferentes, estamos no mesmo nível de todos. Merecemos respeito e dignidade todos os dias”, disse Clélia.

racismo na escola

A secretária também informou sobre os procedimentos nos casos em que o racismo é registrado dentro de uma unidade escolar – que se insere no contexto da sociedade e não está imune a ocorrências desse tipo.

“Se isso acontecer entre adultos, entre adultos, é crime. Racismo é crime e deve ser tratado como tal. Trata-se de denúncia, apuração e, no caso de funcionário, processo administrativo disciplinar. [PAD]🇧🇷 E, dependendo do caso, denuncie às autoridades competentes para que investiguem”, disse.

“Quando se trata de relacionamento entre alunos, os responsáveis ​​devem ser convidados para que possamos conversar a respeito, para que a escola faça uma ampla e importante adequação em seu ambiente educacional, a fim de transpor essa tão terrível barreira à continuidade do ensino. todos no ambiente educacional”, completou.

Clélia destacou ainda que o combate ao racismo é responsabilidade de toda a sociedade. “A construção de uma sociedade democrática, igualitária e com potencial para se tornar um ambiente onde todos se respeitem passa pela escola, mas não só pela escola”, finalizou o secretário.

viver

O “Canal Direto com a Prefeitura” será transmitido ao vivo de segunda a quinta-feira, às 12h30, na página da Prefeitura no Facebook. Todo o programa e os anteriores ainda podem ser vistos no Facebook e outras plataformas digitais, incluindo podcasts.

DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE COMUNICAÇÕES
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Leave a Comment