Alimentação Saudável: Nutricionista compartilha dicas para fazer as melhores escolhas; Dinheiro

Encontrar uma melhor qualidade de vida geralmente envolve praticar atividade física e fazer mudanças na dieta. Reduzir o consumo de produtos com muitos conservantes, aditivos químicos, com excesso de gordura ou produtos ultraprocessados ​​é geralmente recomendado por médicos e nutricionistas.

A variedade de produtos nas prateleiras dos supermercados é enorme. Mas são considerados saudáveis ​​todos os alimentos que garantem menos calorias, mais vitaminas e fibras e ingredientes saudáveis ​​em sua composição?

Para a nutricionista Mahira Rezende, a resposta é negativa. “Não podemos confiar apenas no que está na caixa. É sempre necessário ler os rótulos para avaliar quais são os ingredientes do produto. Por exemplo, para um pão ser 100% integral, ele deve conter ‘farinha de trigo integral’ como primeiro ingrediente e nenhuma outra farinha”, ensinou Mahira.

Nutricionista Mahira Rezende

Com pressa e procurando um lanche prático e rápido, muitas pessoas optam por um pacote de biscoitos. Nesse caso, a atenção deve ser redobrada. De acordo com a nutricionista, nem sempre vale a pena trocar um biscoito recheado por outro que tenha a sugestão “Fit” na embalagem. Ela alertou que é importante que os consumidores leiam o que está no rótulo. “Por exemplo, se compararmos uma porção de 6 unidades de biscoitos Nesfit com as mesmas 6 unidades de Hobby, ambos têm praticamente a mesma quantidade de calorias, açúcar e gordura. Ou seja, uma troca que não vale a pena. Uma opção mais saudável seria o biscoito de arroz, que é apenas um ingrediente (arroz) e o sal, que é um conservante.”

A profissional, que lida com esporte e nutrição funcional, deu dicas de escolha de produtos na hora de ir ao supermercado.

iogurtes
Quanto menos ingredientes melhor. Um bom iogurte integral tem apenas leite e fermento em sua composição. Para “suavizar” o sabor mais azedo, você pode acertar com frutas ou adicionar aveia e granola.

See also  Como fazer ovos no micro-ondas? Confira a forma mais fácil e prática!

produtos dietéticos
Não precisa necessariamente ter um valor calórico reduzido. Certos ingredientes são removidos e estão disponíveis para pessoas com intolerância ou restrições alimentares, como Conforme indicação de doença celíaca ou diabetes.

zero produtos
Nesses alimentos, um ingrediente específico (açúcar, lactose…) é completamente excluído e geralmente representam uma redução na ingestão de calorias.

Queijo
Por exemplo, prefira queijo semi-curado/canastra, refis padrão. Se for necessário reduzir a ingestão de gorduras, use requeijão, por exemplo.

produtos inteiros
Em termos de uma alimentação mais saudável, devemos pensar em grãos integrais, pois preservam os nutrientes. Por exemplo, um iogurte integral possui gordura (fonte de vitaminas) em sua composição. O iogurte com baixo teor de gordura, por outro lado, remove essa gordura e com ela alguns nutrientes importantes para se manter saudável. Os produtos de grãos integrais não devem apresentar redução na ingestão de calorias. Portanto, se você está em processo de perda de peso, o nutricionista pode recomendar a substituição por um produto com baixo teor calórico (um produto diet é aquele que contém pelo menos 25% de redução em um ingrediente). No entanto, cabe ao profissional orientar essa troca, pois aditivos químicos podem ser adicionados para preservar ou realçar o sabor desses ingredientes retirados.

A nutricionista lembrou que a melhor escolha para quem quer levar uma vida mais saudável é dar prioridade aos alimentos naturais como frutas, verduras, ovos, carnes, peixes, leite e derivados. “Menos desembalar e mais descascar. Ou seja, ao chegar ao supermercado, priorize a sessão da feira”, destacou Mahira.

Em geral, evite produtos com uma lista de ingredientes muito extensa. Com muitos aditivos químicos… realçadores de sabor, corantes, acidificantes e conservantes. Por exemplo, preste atenção especial ao “glutamato monossódico”, um reforço comumente adicionado aos biscoitos que “causa esse efeito viciante”.

See also  Saiba como pagar o INSS você mesmo para ter direito aos benefícios

Não necessariamente. É importante avaliar quem está consumindo e quais necessidades, por exemplo, essa faixa etária teria. Qualquer coisa em excesso é prejudicial.

Nota: Quando for ao supermercado, procure levar consigo a sua lista de compras para evitar compras desnecessárias. E não passe fome para evitar comer demais.

Leave a Comment

x