Amado Batista pede desculpas por espalhar mentiras sobre Lula

O cantor bolsonar Amado Batista pediu desculpas por “ofensas graves” e “falsas declarações” contra Fábio Luís Lula da Silva, conhecido como Lulinha, filho do candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva. A cassação ocorreu na semana passada em audiência perante a 3ª Vara Especial Criminal de Recife. Lulinha acusou o cantor do crime de agressão, mas as partes se acertaram e encerraram o julgamento.

Em entrevista de 2021, o cantor explicou que Lula e seus filhos “roubaram muito”. “Há pessoas aqui que eram pobres antes do comunismo, antes da esquerda, e que agora são milionárias”, disse o cantor, referindo-se à família do ex-presidente. Ele também deu a entender que Lulinha seria um latifundiário. “Basta ir para o Pará, lá para o Mato Grosso, para você ver. Ao vivo e a cores.”

Em sua retratação, Batista reconheceu que as informações sobre o enriquecimento ilícito de Lulinha eram “meros boatos”. Ele também afirmou que “nunca teve provas” para provar o que disse sobre Lula e sua família.

“Embora eu tenha dito que Fábio Luís Lula da Silva seria proprietário de terras e gado em Mato Grosso e Pará, reconheço que essa informação só chegou aos meus ouvidos por meio de boatos que se espalharam de forma irresponsável na sociedade”, explicou. De acordo com o acordo, o pedido de desculpas de Amado Batista continuará sendo publicado no canal. blog do magnono YouTube, que transmitiu a entrevista do cantor em maio de 2021.

perna curta

A equipe de Lula comentou o episódio nas redes sociais. “O cantor não é o primeiro a espalhar fake news, mas seu pedido de desculpas é importante para a sociedade. Discordar de alguém não é motivo para espalhar mentiras.”

See also  Corinthians x Boca Juniors | Onde assistir a partida da Libertadores ao vivo?

Amado Batista não é o primeiro artista a ser forçado pela Justiça a renunciar por espalhar mentiras contra Lula e seus familiares. No ano passado, a atriz Regina Duarte teve que se retratar publicamente por revelar informações falsas de que haveria uma conta de R$ 256 milhões em nome da ex-primeira-dama Marisa Letícia. No entanto, o valor foi de R$ 26.281,74.

“Nunca foi minha intenção espalhar uma inverdade ou espalhar notícias falsas. Infelizmente, neste caso me enganei e gostaria de pedir sinceras desculpas a Dona Marisa Letícia e sua família pelo ocorrido”, disse a atriz, ex-secretária especial de Cultura do governo Bolsonaro.

A jornalista Leda Nagle também foi forçada a renunciar. Em transmissão ao vivo em seu canal no YouTube, ela reproduziu uma postagem que “revelou” a existência de um plano de Lula para matar Bolsonaro. Assim como Regina, Leda também se desculpou após ser processada na Justiça. “Lamento o que aconteceu. Agora que você sabe o que aconteceu, minhas desculpas.”

Leave a Comment

x