AO VIVO | ANÁLISE | Imobilização social: Adriana Urrutia e Jeffrey Radzinsky analisam às 11h00 o papel de Pedro Castillo e do Governo na crise social | POLÍTICA

Redação CE

De acordo com os critérios de

Projeto de Confiança

Saber mais

Após a súbita decisão do presidente castelo de pedro de decretar a imobilização social obrigatória para este 5 de abril, Fernando Vivas entrevista hoje, às 11h, os analistas políticos Jeffrey Radzinsky, diretor do Grupo Fides Peru, e Adriana Urrutia, presidente da Associação Civil Transparência. O diálogo pode ser visto através do Facebook Live.

LEIA TAMBÉM | Pedro Castillo e ministros vão ao Congresso nesta terça-feira após ordenar a imobilização social

Em sua mensagem à nação, o chefe de Estado anunciou a declaração do estado de emergência em Lima e Callao depois de chegar a um acordo com o Conselho de Ministros durante uma sessão extraordinária realizada na noite de segunda-feira, 4 de abril. A medida responde às manifestações e bloqueios de estradas que se registam a nível nacional.

Castillo assegurou ainda que a imobilidade dos cidadãos das 2h às 23h59 tem o objetivo de “proteja o direitos fundamentais de todas as pessoas”.

Confira aqui a mensagem do presidente:

Presidente Pedro Castillo anuncia imobilização cidadã para este 5 de abril
O Presidente da República, Pedro Castillo, anunciou através de uma mensagem à nação a imobilização dos cidadãos em Lima e Callao para esta terça-feira, 5 de abril deste ano. Este decreto aprovado pela Presidência do Conselho de Ministros deve-se aos actos de violência e bloqueios rodoviários causados ​​por greves de transportadores em todo o país. (Fonte: TV Peru)

Por seu lado, o presidente do Conselho de Ministros, Aníbal Torres, sustentou que a imobilização social compulsória também pode ser aplicada nas demais regiões do país.

“Sim, estamos estudando isso [toque de queda en regiones]. A presença da autoridade em todas as regiões será maior. Se essa situação persistir, pode se espalhar para o resto do país, mas acho que a população vai entender e não vai aceitar esses atos de vandalismo.” disse em entrevista à TV Peru.

LEIA TAMBÉM | O Provedor de Justiça exige que o Governo cesse o estado de emergência por ser “inconstitucional”

Torres confirmou que o presidente e demais membros do Gabinete comparecerão ao Congresso da República hoje, às 15h, em resposta ao convite aprovado pelos parlamentares para discutir medidas diante dos protestos registrados em nível nacional.

See also  quem é a grande esperança do Barcelona pós-Messi

Da mesma forma, afirmou que no diálogo com o Poder Legislativo serão discutidas as medidas que estão sendo tomadas diante dos protestos das transportadoras, como a suspensão do imposto de consumo seletivo na maioria dos combustíveis e outras iniciativas que serão implementadas em breve.

VÍDEO RECOMENDADO

Ministro da Defesa minimiza mortes por greve: “Não houve mais nada.  Apenas quatro
Ministro da Defesa minimiza mortes por greve: “Não houve mais nada. Apenas quatro”

PODE INTERESSAR VOCÊ

Leave a Comment

x