Aprenda a criar seu primeiro currículo ao procurar um emprego

Saiba como criar seu primeiro currículo ao procurar emprego ao entrar no mercado de trabalho trabalha e tem dúvidas sobre como montar um currículo para o seu primeiro emprego?

A informação que nunca deve faltar é:

  • dados pessoais
  • objetivo
  • Sumário de qualificações
  • ensino superior
  • Experiência profissional (se houver)
  • Cursos complementares, cursos de idiomas e informática (opcional)

Mas o que adicionar?

É importante ressaltar que cada tipo de cargo exige um currículo diferente. “Certas empresas e vagas têm alguns requisitos específicos. É muito importante que esses pontos sejam enfatizados no currículo”, afirma Renata Honda, Head do CIEE One, Recrutamento e Seleção Personalizados.

Confira as dicas abaixo.

Como criar um currículo para um primeiro emprego

dados pessoais

Dados pessoais não podem faltar em um currículo e os mais importantes são: nome completo, endereço completo, cidade, contato (celular e/ou fixo) e e-mail (profissional, sem piadas no nome).

objetivo

“O objetivo tem que ser conciso, específico e não deixar dúvidas na cabeça do recrutador”, diz Miriam Rodrigues, professora de tecnologia de gestão de recursos humanos da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

No início de sua carreira, quando o objetivo profissional ainda não está totalmente claro, é aconselhável indicar a atividade profissional ou o cargo para o qual você está se candidatando.

Sumário de qualificações

Em um primeiro emprego, quando não há experiência em outros cargos e empresas, é importante agregar de forma direta e positiva.

Desta forma, você pode descrever as atividades que preenchem sua vida, relacionadas ao estudo, esportes ou até atividades sociais.

See also  Como tomar boas decisões e se destacar no mercado

Essas características devem corresponder ao perfil da vaga para a qual você está se candidatando.

ensino superior

É importante informar o seu nível de escolaridade. Por exemplo, se você ainda está no ensino médio ou já se formou no ensino médio, deve inserir “ensino médio”. Se você está estudando ou já se formou em uma universidade, deve indicar “nível superior”. O mesmo vale para quem tem MBA, pós-graduação ou curso técnico. Também é necessário incluir o nome da instituição, programa de graduação e o ano ou data prevista de conclusão.

Cursos adicionais

Além de sua formação acadêmica, você também deve planejar cursos adicionais. Mas nem todos devem ser colocados.

“Inclua os mais importantes relacionados à área em que você está licitando, aqueles que possuem algum tipo de certificação registrada e aqueles que têm uma carga horária significativa, no mínimo 12 horas”, diz Rodrigues.

Segundo a Honda, a ordem a seguir é do mais novo para o mais velho. “A descrição deve incluir o nome da instituição, programa, ano de início e/ou data prevista de término”, diz.

Se você participou de um programa de intercâmbio ou morou no exterior por algum tempo, é interessante descrever suas experiências que possam ser relevantes para sua área profissional.

experiência de trabalho

Para Rodrigues, as experiências de vida, no esporte, em alguns compromissos sociais, por exemplo, devem constar no currículo de quem está iniciando a carreira que ainda não teve nenhuma experiência profissional.

“Uma das dicas é incluir experiências temporárias e mais informais. Isso mostra interesse e experiência com as tarefas do mundo do trabalho. Também é possível incluir experiências de voluntariado, descrevendo quais eram as tarefas, se foi um projeto pontual ou se você continua trabalhando com a instituição/grupo”, sugere Honda.

See also  Como fazer um Ford Mustang elétrico?

Além disso, é extremamente importante aprimorar seus conhecimentos na área de tecnologia, como B. o pacote Office, e ensinar o domínio de outro idioma.

Destaca-se também a realização de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) e trabalhos desenvolvidos em faculdade ou outros cursos.

Primeiro erro ao retomar o trabalho

Nunca minta sobre experiência e conhecimento.

“É importante destacar de forma transparente os aspectos que são exigidos na vaga no currículo, ou seja, sem inventar nada”, diz Honda.

Outro ponto importante para se prestar atenção especial é a gramática. “É grave ter um currículo com erro de português e reprovar no idioma. Então evite isso a todo custo, peça para alguém conferir, e lembre-se que a palavra revisor não resolve todas as questões”, sugere Rodrigues.

Além disso, tentar personalizar o currículo para cada trabalho que você enviar e manter um documento visualmente organizado e conciso são outros pontos de interesse.

Fotos, dados confidenciais e de terceiros, documentos, datas e assinaturas também devem ser evitados.

Currículo vazio?

Se você está olhando para o seu currículo e sente que ainda está vazio, precisa procurar o que pode adicionar volume ao seu currículo.

É hora de procurar cursos, online ou gratuitos, desde que agreguem alguma experiência na área escolhida e tenham uma carga horária significativa.

Como nomear o arquivo de currículo

Não invente muito e siga uma linha profissional. As sugestões aqui são para incluir seu nome e sobrenome e a posição que você gostaria de preencher, ou “currículo”, junto com seu nome e sobrenome.

Evite nomes diferentes de um destes.

O que escrever no e-mail de anúncio de emprego

Siga as etapas descritas no anúncio de emprego. Digite o título do trabalho na linha de assunto. No corpo do e-mail, apresente-se brevemente e anexe seu currículo.

See also  Veja como fazer o limoeiro dar frutos: veja os motivos do atraso e como resolvê-los

Lembre-se sempre de ser objetivo, conciso e claro. Fonte: Uol Economia






Leave a Comment

x