Aprenda a ganhar seu dinheiro

Já foi ao mercado e achou tudo mais caro? Essas oscilações de preços são decorrentes da inflação: o IPCA-15 registrou alta de 5,65% no ano e de 12,04% nos últimos 12 meses. No entanto, conhecer esses índices não pode representar matematicamente a diminuição (ou aumento) do seu poder de compra.

Para saber o real impacto dos preços altos em sua vida, você pode calcular sua inflação pessoal, que é sentida individualmente no bolso de cada casa ou família. Para calcular sua inflação pessoal, você precisa acompanhar tudo o que consome. Registrar seus hábitos de consumo é essencial, pois permite comparar os gastos de um período para outro.

Prepare a planilha e faça as contas

Calcular a variação da sua inflação pessoal é super fácil, embora possa parecer muito trabalhoso no início. Para isso você precisa:

– Liste em uma planilha ou liste tudo o que você consome em um mês normal de sua vida, pedaço por pedaço;

– Para facilitar você pode agrupar artigos em categorias como B. Alimentação e bebidas, habitação (eletricidade, água, internet, etc.), transporte, saúde e cuidados pessoais, educação, entre outros;

– Ao lado de cada item, anote o valor que você costuma comprar e usar em um mês. Ou seja, você vai listar quantos quilos de arroz, carne, quantos litros de gasolina ou passagens de ônibus você usou. Em seguida, insira quanto você gastou para comprar esse valor no mês 1;

– Em cada final de mês, repetir a nota do valor gasto, tendo em conta os valores fixados no mês 1;

– Quando terminar de listar todos os itens, some quanto gastou por mês e compare. Por exemplo, se você gastou R$ 200 no mês 1 e R$ 250 no mês 2, sua inflação pessoal é de 25% – índice muito superior ao IPCA de 12,04% acumulado nos últimos 12 meses.

See also  Como fazer um pé de menina Experimente esta receita incrível passo a passo

Se você achar que sua inflação pessoal está acima da inflação oficial do período, você sabe que seu poder de compra ficou abaixo da média nacional. Ou seja, é hora de fazer ajustes e cortar gastos em grupos onde a inflação tem estado muito alta. Se a sua inflação pessoal estiver abaixo da inflação oficial, é como se sobrasse dinheiro – que você pode economizar ou usar para aumentar seus gastos. É a sua escolha.

Conhecer seus gastos e a inflação pessoal pode ajudá-lo a planejar seu orçamento, evitar ou quitar dívidas e até mesmo fazer investimentos. Isso lhe dá uma compreensão de como os preços altos afetam seu carrinho de compras, permitindo que você tome decisões que fazem sentido para sua realidade financeira.

Leave a Comment

x