Assembleia Legislativa do Paraná | Notícias > Audiência pública para debater a contribuição dos estados para a implementação da NDC no Brasil

A Assembleia Legislativa do Paraná, por proposta do deputado Goura (PDT), presidente da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, realizará audiência pública na próxima terça-feira (28) para determinar a participação dos estados na redução de gases de efeito estufa (GEE). discutir ) emissões referidas como Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC).

A NDC brasileira de 2015 estipula que o Brasil deve reduzir suas emissões em 37% até 2025 e 43% até 2030 em relação às emissões de 2005.

A audiência será transmitida ao vivo pela TV Assembleia, pelo site do Legislativo e pelas redes sociais.

O debate contará com a presença do deputado federal Rodrigo Agostinho (PSB-SP), integrante da Frente Ambiental do Congresso Nacional; Mario Mantovani, Fundador e Diretor de Relações Institucionais da Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (ANAMMA); Everton Luiz da Costa Souza, Secretário de Estado de Desenvolvimento Sustentável e Turismo do Paraná; Victor Anequini do Instituto Brasil Clima – CBC; Professor Francisco Mendonça, Coordenador da Emergência Climática do NAPE da UFPR, entre outros especialistas no assunto.

a audiência

A Rodada de Debates Estaduais “A Contribuição dos Estados para a Implementação da NDC brasileira” é promovida pela Frente Parlamentar Ambiental do Congresso Nacional com o apoio do ICS – Instituto Clima e Sociedade e nesta edição pela Comissão de Ecologia. Meio Ambiente e Bem-Estar Animal da Assembleia Legislativa do Paraná e visa promover uma melhor compreensão dos desafios e oportunidades apresentados pelas mudanças climáticas, estimular o pensamento crítico e inovador para a implementação de medidas de adaptação e mitigação, e capitalizar as opções de transição disponíveis levando a um economia de baixo carbono e mobilizar atores locais para ações que contribuam para a implementação da NDC.

Os desafios que os tomadores de decisão locais e regionais enfrentam no combate às mudanças climáticas estão relacionados a todos os principais aspectos do funcionamento de estados e cidades, como Ex.: transportes, gestão de resíduos, abastecimento de água, energia, indústria, produção alimentar. saúde pública, entre outros.

See also  Cruzeiro x Fluminense: Rômulo pede apoio a Geovane após ser expulso e estima resultado | cruzeiro

No Paraná, segundo dados do Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (SEEG), os principais desafios são a descarbonização da produção agrícola e do transporte, com o objetivo de conciliar os fundamentos econômicos da região com a sustentabilidade socioambiental.

Leave a Comment

x