Atlético vence Caracas; Felipão vive em busca do tri

Felipão vive em busca do tricampeonato da Libertadores. Nesta noite (26) o Athletico-PR derrotou o Caracas-VEN por 5 a 1 na Arena da Baixada e garantiu as oitavas de final do torneio sul-americano. Os gols do jogo foram marcados por Pablo (duas vezes), Christian (também duas vezes) e Pedro Rocha. Rivero cedeu para os convidados.

Apesar da vitória, o Athletico-PR avança para as oitavas de final da competição continental como vice-campeão do Grupo B. Isso porque no outro jogo chave, o Libertad-PAR derrotou o The Strongest-BOL por 4-1 e manteve a liderança pelo saldo de gols (2-1).

O Athletico-PR aguarda agora o sorteio, que acontecerá amanhã (27) às 13h, para saber quem enfrentará nas oitavas de final. O time brasileiro estará no Pote 2 e enfrentará um clube que terminou a fase de grupos no topo da tabela.

Furacão volta a campo às 18h de domingo (29) quando visita Cuiabá na Arena Pantanal pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Pablo decide em três minutos

O atacante mostrou confiança e bom posicionamento no ataque. Ele marcou dois gols em três minutos e foi o rosto da classificação do Furacão. Na primeira, ele saiu da marca com facilidade e finalizou de fora da área. No segundo, ele jogou um pouco de sorte, desviando um chute de Terans para negar as chances do goleiro adversário.

Felipão segue invicto em casa

O técnico tem um início promissor para o Athletico-PR. O jogo contra o Caracas foi o quinto do veterano diante do Athletico-PR. São quatro vitórias (Tocantinópolis, Libertad, Avaí e Caracas), todas na Arena da Baixada, e uma derrota (Fluminense) fora. O comandante volta a um playoff da Libertadores, competição que venceu pelo Grêmio em 1995 e Palmeiras em 1999.

See also  Netflix estuda incluir transmissões ao vivo em sua oferta de serviços - Época Negócios

Quem se saiu bem: Abner e Christian

O lateral-direito começou bem no ataque e foi participativo na área ofensiva com duas assistências. O meio-campista mostrou-se bem no ataque e foi oportunista, marcando dois gols.

Quem foi ruim: Bento

O goleiro não foi muito desafiado durante o jogo, mas deixou o gol mal no gol de Rivero.

Cronologia do jogo

O Athletico-PR dominou o jogo e abriu o caminho para a vitória em intervalos de três minutos. Aos 18′ e 21′ do início, Pablo marcou para o Furacão, o primeiro deles um golaço de fora da área e praticamente definiu a classificação dos playoffs da Libertadores. Christian marcou antes do intervalo aos 45′ depois de explorar um cruzamento de Abner.

O Athletico-PR voltou mais devagar no segundo tempo e viu Caracas recuperar de uma falta na área com um cabeceamento de Rivero aos 12 minutos. O Furacão reagiu rapidamente e novamente ampliou a vantagem em 25′ com Christian. Pedro Rocha marcou o quinto golo, completando o golo aos 29′.

jogo do Atlético-PR

O time de Felipão manteve a bola no ataque e quase não deu chance ao Caracas no primeiro tempo na Arena da Baixada. Nos minutos finais, com o jogo já em andamento, ele diminuiu o ritmo e viu o Caracas fazer um gol no ar. Mas não demorou muito para eu voltar ao jogo e transformar o resultado em derrota. No geral, um desempenho sólido e um lugar bem merecido.

Arena da Baixada, a fortaleza do Athletico-PR

Nas três partidas disputadas no estádio durante a atual edição da Libertadores, o Athletico-PR conquistou três vitórias: 1 a 0 no The Strongest, 2 a 0 no Libertad e 5 a 1 em Caracas.

FICHA DE DADOS

ATHLETICO-PR 5 X 1 CARACAS-VEN

Concurso: Libertadores, 6ª rodada da fase de grupos
Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e hora: 26 de maio de 2022 às 19h (horário de Brasília)
Juiz: Nicholas Lamolina (ARG)
assistentes: Christian Navarro (ARG) e Pablo Gonzalez (ARG)
Cartões amarelos: Anderson (CAP); Suárez, Notaroberto (Carro)

See also  VIVER! RB Bragantino x Coritiba – Brasileirao 2022

Portões: Pablo, aos 18′ e 21′ do 1º T, Christian, aos 45′ do 1º e 25′ do 2º e Pedro Rocha, aos 29′ do 2º (CAP); Rivero, aos 12′ do 2º (CAR)

ATLÉTICO PR: Benedito; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernandez e Abner; Hugo Moura (Erick), Christian (Matheus Fernandes) e David Terans (Marlos (Vitor Bueno)); Cuello, Canobbio (Pedro Rocha) e Pablo. Técnico: Philip

Caracas: baroja; Rivillo, Rivero, Osio e Notaroberto; Rodríguez (Molina) e Suárez; Bonsu, Torres (González) e Zambrano (Albizo); pele escura. Técnico: Francesco Stefano

Leave a Comment

x