Auxílio ao motorista de caminhão e táxi: como conseguir?

Auxílio ao motorista de caminhão e táxi: como conseguir? Taxistas e caminhoneiros receberão R$ 1.000 em auxílio a partir do próximo mês. O custo total do pacote, compartilhado por Escolha PEC, para caminhoneiros chega a R$ 5,4 bilhões e para taxistas chega a R$ 2 bilhões. Em ambos os casos, os pagamentos são feitos apenas até dezembro, assim como o Auxílio Brasil de R$ 600. Em janeiro de 2023 tudo voltará a ser como era antes do pacote eleitoral do governo: caminhoneiros e taxistas sem previdência e o Auxílio Brasil de R$ 400.

Para caminhoneiros, sim seis parcelas de R$ 1.000, que será pago a partir de 9 de agosto, quando receberem R$ 2.000 (ou seja, as duas primeiras parcelas serão liberadas juntas). Para taxistas, os pagamentos começam no dia 16. Além do pagamento de agosto, você também receberá um pagamento retroativo (baseado em julho) no valor de R$ 2.000.

É importante notar que os profissionais que trabalham devem ter uma carteira de motorista nacional (CNH) e CPF válidos, disse o Departamento de Trabalho e Previdência Social.

Um ponto que ainda não está claro é Como é feito esse pagamento?, pois ainda não há previsão de como os valores serão repassados ​​aos empregados. Ainda não foi publicado um decreto que regulará os detalhes do pagamento do benefício para as duas categorias.

O número de beneficiários dos taxistas ainda é um desconhecido. As prefeituras são responsáveis ​​por repassar as informações ao ministério, que cruza os dados e lista os beneficiários.

tire suas dúvidas

O que é a assistência ao motorista de caminhão?

See also  Como fazer uma boa gestão? • Comunicar

O chamado Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga (BEm-Caminhoneiro) é pago aos transportadores autônomos para compensar o impacto dos aumentos dos preços dos combustíveis.

Quem é elegível?

São elegíveis ao benefício os transportadores autônomos devidamente cadastrados no Cadastro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC) até 31 de maio de 2022. O pagamento mensal do benefício de R$ 1.000 é feito independentemente do número de veículos que transportam. Os comerciantes não precisam apresentar o comprovante de compra do óleo diesel para ter direito ao valor.

Quantos trabalhadores serão beneficiados?

O Governo estima que cerca de 900 mil transportadores autónomos vão beneficiar do BEm-Caminhoneiro.

Como recebido?

Não há necessidade de ação por parte do motorista do caminhão. Os dados dos trabalhadores são compartilhados com a Secretaria do Trabalho e Previdência Social pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), vinculada à Secretaria de Infraestrutura. Antes de liberar os recursos, o ministério verifica quais profissionais são elegíveis.

A Dataprev, empresa de tecnologia que processa dados do governo federal, será responsável por analisar, comparar e verificar os dados recebidos da ANTT com informações dos bancos de dados do governo federal. O objetivo é identificar os profissionais elegíveis ao benefício de acordo com os critérios estabelecidos. A lista dos transportadores autónomos activos na RNTRC é enviada mensalmente à Direcção-Geral do Trabalho e da Segurança Social.

Quando o benefício é pago?

As duas primeiras parcelas, referentes aos meses de julho e agosto, serão pagas no dia 9 de agosto. O pagamento das outras quatro parcelas do auxílio será feito até dezembro.

O Motorista de Caminhão MEI está incluso?

Sim, de fato. A categoria de caminhoneiro MEI pode receber o benefício como transportador autônomo cadastrado no Cadastro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC). Esta inscrição deve ser concluída até 31 de maio de 2022.

See also  Delineado "Olhos de sereia": aprenda como fazê-lo

O que é assistência de táxi?

Além do auxílio ao caminhoneiro, o chamado auxílio emergencial para taxistas (BEm-Taxista) é pago aos trabalhadores para compensar os efeitos do aumento do preço do combustível.

Quem é elegível?

De acordo com o Departamento de Trabalho e Assuntos Sociais, taxistas com carteira nacional de habilitação (CNH) válida e habilitação para prestar o serviço registrados nas prefeituras até 31 de maio de 2022 são elegíveis ao benefício.

Quantos trabalhadores serão beneficiados?

O governo não divulgou o número de taxistas beneficiados, pois depende de informações das prefeituras sobre profissionais habilitados para trabalhar nas comunidades. As informações devem ser fornecidas pelos 5.570 municípios brasileiros.

Como esses funcionários são selecionados?

Os municípios devem enviar as notificações de acordo com um cronograma definido pelo governo. O primeiro passo é se inscrever até 31 de julho. Os municípios que não cumprirem o primeiro prazo terão uma nova opção. A unidade estará aberta novamente de 5 a 15 de agosto.

Entre as etapas, o sistema é fechado ao envio de informações para permitir que a Dataprev, empresa federal de tecnologia, analise e compare os dados recebidos para identificar os profissionais elegíveis.

O que os taxistas têm que fazer?

De acordo com o Ministério do Trabalho e Assuntos Sociais, não há necessidade de ação dos taxistas. Os municípios são responsáveis ​​por fornecer informações. Qualquer orientação sobre a inclusão de motoristas na lista comunicada pelo município deve ser endereçada diretamente à prefeitura.

O registro na prefeitura garante o benefício?

O cadastro de taxistas não garante o pagamento dos táxis da BEm. Os dados enviados são analisados ​​pela Dataprev para identificar os profissionais adequados.

Quando o benefício é pago?

See also  Para que serve o chá de casca de laranja? Veja como fazer a bebida natural

As duas primeiras parcelas, referentes aos meses de julho e agosto, serão pagas no dia 16 de agosto. Uma segunda data de pagamento das duas primeiras parcelas foi marcada para 30 de agosto – dia em que taxistas de cidades cujas prefeituras não cumpriram o primeiro prazo terão a oportunidade de enviar os dados dos trabalhadores ao governo. A previsão é que as parcelas do auxílio sejam pagas aos taxistas de todo o país até dezembro.






Leave a Comment

x