Brasileiro de 16 anos participa de evento de skate em frente ao Camp Nou

Barcelona, ​​em março, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, criou um calendário de ações relacionadas ao conceito de empoderamento do esporte feminino, e uma brasileira terá a oportunidade de mostrar todo seu talento no skate em uma apresentação em frente ao Camp Nou, estádio do time catalão. Trata-se de Virgínia Fortes Águas, com apenas 16 anos e atualmente a décima do mundo na modalidade rodoviária.

O evento acontecerá neste final de semana e além da participação do skatista, haverá atividades relacionadas à cultura urbana, arte, grafite e música além do skate. A série de eventos patrocinados pelo Barcelona culminará com o derby Barcelona-Real Madrid em 30 de março pela Liga dos Campeões Feminina.

“É uma honra ser convidado para um evento como este, que é tão oportuno e importante. Estou muito feliz que o Barcelona seja lembrado e espero representar e inspirar lá no Camp Nou. É muito legal poder mostrar que nós meninas podemos estar onde quisermos, e o skate brasileiro abriu esse espaço”, disse Virgínia.

A patinadora sonha em participar dos Jogos Olímpicos de Paris. Em Tóquio no ano passado, apesar de estar em nono lugar no mundo, a Virgínia foi excluída das Olimpíadas porque o número de participantes por país era limitado a três. O Brasil foi representado por Rayssa Leal, que conquistou a medalha de prata, Pâmela Rosa e Letícia Bufoni.

Apesar do choque de perder sua estreia no skate na história olímpica, a garota de Niterói continuou treinando forte e conquistando grandes resultados na Europa. Virginia é a atual campeã europeia de estrada. Em 2021 acumulou quatro sucessos nas cinco etapas da Pro Skate League em Portugal, além de vencer o tradicional evento Marisquinho em Vico, Espanha e o Urban World Series em Barcelona e Madrid, também em solo espanhol.

HISTÓRICO

Modalidade tipicamente urbana, o skate surgiu na década de 1960 nas ruas largas e praças boêmias da Califórnia, Estados Unidos e rapidamente se espalhou pelo mundo. Tal como outros desportos radicais, está associado a um comportamento que inclui a roupa, o seu próprio “dialecto”, a música, enfim, uma cultura com os seus próprios ícones.

O skate foi incluído no programa das Olimpíadas de Tóquio. O Brasil conquistou três medalhas, todas de prata. Rayssa Leal para mulheres e Kelvin Hoefler para homens. Pedro Barros subiu ao pódio no Parque Masculino. O Japão se destacou ao conquistar três das quatro medalhas de ouro possíveis. A Austrália levou o outro.




Saber mais

+ Versão alemã: Esposa de funcionário que agrediu morador de rua diz “vi a imagem de Deus”

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta

+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com acertos de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave carne de frango crua


See also  ONS: Previsão de carga de energia no SIN deve ser de 70.739 MW médios em 2022

Leave a Comment

x