Bruxelas prevê novo boom do turismo, mas com menor criação de emprego

Espera-se que Portugal experimente uma nova onda de crescimento muito rápido do turismo este ano e no próximo, mas a criação de empregos associada provavelmente será mais fraca do que no passado, diz a Comissão Europeia (CE) nas previsões da primavera divulgadas ontem.

Além disso, o Fundo Monetário Internacional (FMI) destacou ontem o papel do setor na recuperação na avaliação anual do país (artigo IV), esperando que o turismo se recupere totalmente da pandemia em 2023.

Segundo a Comissão Europeia, “os Estados-Membros com forte presença no turismo registaram uma tendência ascendente na balança de serviços [o turismo estrangeiro é considerado uma exportação] em 2021, que deverá continuar em 2022 e 2023″.

De acordo com as contas de Bruxelas, “os maiores aumentos projetados do excedente de serviços entre 2021 e 2023” deverão ocorrer na Grécia (+4,1 pontos percentuais ou pp), Espanha (+3,2 pp) e Portugal (+2,9 pp). .

A Estônia também aumentará fortemente o excedente de serviços, mas isso não se deve tanto ao turismo, mas às exportações de alta tecnologia.

See also  Gusttavo Lima cai em prantos após exigir milhões em show: 'Contas'

“Esta tendência deverá moderar o declínio da balança comercial de mercadorias em 2022 e amplificar o seu aumento em 2023 na maioria dos países do sul da Europa onde o turismo internacional desempenha um papel importante na economia”, observa a CE.

Leave a Comment

x