Câmara dos Deputados aprova projeto de lei que criminaliza violência institucional

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 16, uma lei que criminaliza a chamada violência institucional: quando a vítima de um crime violento é submetida a “procedimentos desnecessários, repetitivos ou invasivos” que levam à repetição da situação vivida. A proposta prevê pena privativa de liberdade de três meses a um ano e multa, e também se aplica a casos de testemunhas.

O texto também afirma que se o funcionário público permitir que outra pessoa intimide a vítima e “produza uma revitimização indevida”, a pena é aumentada em dois terços. Se o próprio servidor for o responsável pela intimidação, a penalidade pode ser dobrada. A informação foi divulgada pela Câmara dos Deputados.

O projeto de lei foi apresentado à Câmara dos Deputados durante o julgamento de Mari Ferrer, após a divulgação de imagens da audiência de julgamento de estupro da influenciadora, que ocorreu em 2018. Na filmagem, o advogado Claudio Gastão Filho, que representou o empresário André Camargo Aranha, disse que Mari Ferrer teve “a desgraça dos outros” como “pão”.

O juiz Rudson Marcos da 3ª Vara Criminal de Florianópolis não interrompeu a fala do advogado e o promotor Thiago Carriço de Oliveira perguntou se o influenciador queria “tomar uma água”.

O texto aprovado pela Câmara é conteúdo substantivo para o Senado do projeto originalmente submetido à Câmara pelas deputadas Soraya Santos (PL-RJ), Flávia Arruda (PL/DF), Margarete Coelho (PP/PI), Rose Modesto (PSDB /MS), Tabata Amaral (PDT/SP) e o deputado Wolney Queiroz (PDT/PE). A proposta de alteração da Lei de Abuso de Função foi endossada pela relatora, professora adjunta Dorinha Seabra Rezende (União-TO).

“As instituições provocam a revitimização quando têm que apoiar a vítima. As audiências públicas remotas registraram a dor na alma dessas pessoas que dependem do poder público”, disse a deputada Soraya Santos após a aprovação da proposta.




Saber mais

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta
+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Após mulher dizer que Gusttavo Lima é pai da filha, ela pode ser processada
+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave frango cru


Leave a Comment