Castanhal venceu o Paysandu e classificou-se para a fase final do Parazão; sabia mais | Paysandu

Castanhal e Paysandu Eles se enfrentarão nesta tarde de domingo, sem estádio modelagempara o último tiro da primeira fase de Campeonato Paraense. Damos a você em casa, obteremos uma vitória retumbante sobre o Papão da Curuzu e, graças a uma combinação de resultados, o jogo de ida do Japiim no quadrangular decisivo foi garantido.

Você duas vezes entrará em campo com dificuldades, devido ou indecente estado de gramado. O jogo veio truncado, com a bola correndo pouco e a maioria dos jogos em bolas sorteadas com cabeleira alta. Dadas as dificuldades óbvias, o Paysandu foi o primeiro a lançar vantagem, explorando as partidas laterais, mais sem eficácia.

> Veja como fui jogar Lance to Lance

Ou o logo do Castanhal acertado e durante o contra-ataque em uma grande área de dois tons, aos 7 minutos, ou o meia Dênis Pedra certo ou o zagueiro Dedé, cometendo o pênalti máximo. Leandro Cearense foi de cobrança e abriu ou desmarcou por 1 a 0. Aos 14, Dioguinho avançou de direto e rematou cruzado para o gol. Uma bola passou pelo gol de Axel, mas ele defendeu fez ou cortou em cima da linha, evitando ou empatando.

A partir daí, o Japiim foi muito mais alto e não demorou muito para aumentar. Na década de 30, começou o segundo jogo, logo atrás de Ruan, seguido de William Fazendinha, que invadiu a área, fez ou virou na marca e ajustou para o ataque certeiro de Lukinha, dirigido por Curzel, 2 a 0. Castanhal não parou para ai e ainda não foi reajustado o primeiro tempo ou tackle, contando como hesitação da defesa bicolor.





Gramado do Modelão era impraticável para o futebol (John Wesley/Paysandu)

Numa arrebatou os cabelos do meio-campo, para a bola sobrou para Ruan, apos ou o marcador Kerve escorregar e deixar ou atacante livre, para cavar a bola não cantando, estendendo ou bloqueando. Na fase final, torcendo por uma combinação de resultados, ou Castanhal continuou pressionando o logo do seu jogo com status de vitória, após belo ataque de Pecel, na conclusão do cruzamento direto, 4 a 0.

Ou enfrente totalmente elástico deixado ou Papão desorganizado, mesmo com as substituições feitas pelo técnico de cabelo Márcio Fernandes. Por outro lado, o técnico Robson Melo também não teve tempo, modificando todos os ataques, mas optou pela segurança ou desarme, ocupando os espaços do campo adversário, empatado ou finalizado pelo árbitro Alexandre Expedito Vieira da Silva Junior.

Ficha técnica:

Local: Estádio Modelão
Árbitro: Alexandre Expedito Vieira da Silva Junior
Assistentes: Bárbara Roberta Costa Loiola e Carlos Eduardo Galeno Benevides

Cartões Amarelos: William Fazendinha, Pecel, Lukinha (Castanhal) Márcio Fernandes, Danrlei, Dioguinho (Paysandu)

Castanhal: Axel Lopes; Daelson, Dedé, Gustavo, Maia; Samuel, William Fazendinha (Rodrigo), Lukinha (Samuel Kaveira), Ruan (Fabinho); Leandro Cearense (Welthon) e Pecel (Josa).
Técnico: Robson Melo

Paysandu: Elias Curzel; Polegar, Heverton, Kerve, Patrick Brey; Dênis Pedra (Alex Silva), Bileu (Erick), Yure (Christian), Dioguinho; Marcelo Toscano (Victor Diniz) e Danrlei (Henan).
Técnico: Márcio Fernandes

Leave a Comment