Como fazer óleo com ervas: veja passo a passo

Siga o passo a passo de como fazer óleo com ervas e aproveite os sabores e benefícios desses ingredientes

Aprender como fazer azeite com ervas Pode ser benéfico para a pele e para a saúde. Também conhecidos como oleatos, esses óleos com infusão de ervas são usados ​​na culinária e, dependendo do tipo de óleo, na estética.

Como hidratante ou tratamento capilar, o óleo de alecrim, por exemplo, apresenta diversas vantagens. Além de ser um antioxidante, também promove o crescimento do cabelo e é um agente anticaspa.

Embora o óleo de alecrim seja o mais conhecido, não é o único óleo de ervas você pode fazer isso. Qualquer erva pode ser incorporada ao óleo de sua escolha. No entanto, recomenda-se cautela – o óleo de lavanda, por exemplo, não deve ser ingerido e deve ser mantido apenas para uso externo. Para cozinhar, tente escolher ervas aromáticas comuns, como manjericão, e combine-as com óleos mais saudáveis, como azeite de oliva. Em termos de estética, opte por óleos mais característicos do tratamento que pretende, como o óleo de rícino e de abacate.

Confira algumas receitas como fazer azeite com ervas e aproveite seus benefícios!

Como fazer óleo de ervas

A receita geral para fazer o óleo de ervas maneira caseira, mas um pouco demorado é fácil. Para manter o óleo fresco por mais tempo, escolha ervas secas e um óleo com vida útil mais longa. A infusão ocorre com a ajuda do sol. Portanto, os frascos devem ser colocados perto das janelas para facilitar o processo. A exceção a essa regra é o azeite – para reter o ácido linoleico e suas vitaminas, ele precisa ser mantido longe do sol. Portanto, sua infusão pode demorar mais.

See also  Aprenda a ganhar R$ 100 por dia: dicas infalíveis de trabalho

Em ⅓ de um copo, adicione a erva de sua escolha e cubra com o óleo desejado. Tampe a panela e agite bem. Coloque-o em um local ensolarado e deixe descansar por pelo menos uma semana antes de usá-lo. Se você quiser, adicione cerca de 1% de vitamina E embora apenas para prolongar a vida útil dos óleos tópicos.

Ervas que podem ser usadas

As ervas mais comumente usadas na elaboração óleo de ervas são:

Confira algumas receitas específicas e como usá-las!

Óleo enriquecido com lavanda

O óleo de lavanda ou lavanda pode ser usado topicamente por suas propriedades calmantes. Pode ser usado tanto na pele quanto no cabelo – como um massageador relaxante.

Como a colheita da lavanda é difícil no Brasil, você pode optar pela lavanda já seca.

modo de preparo

Separe um recipiente com tampa para guardar o óleo. Encha com ⅓ de lavanda seca e despeje seu óleo favorito (por exemplo, óleo de amêndoa doce) por cima. Deixe a jarra perto de uma janela, mas fora da luz solar direta por sete a 10 dias, sacudindo-a todos os dias.

Após esse tempo, coe o óleo com a ajuda de uma peneira ou filtro de pano e despeje em outro recipiente. Mantenha em local seco e com sombra por até um ano.

óleo de alecrim

Como mencionado anteriormente, o óleo de alecrim é ótimo tanto para o cabelo quanto para a nutrição. Pode ser usado no cabelo, este óleo ajuda a manter os fios hidratados e macios. Já na dieta, o alecrim tem efeito anti-inflamatório e antioxidante.

modo de preparo

Encha uma jarra com ⅓ de alecrim seco e complete com azeite. Deixe a mistura em um local escuro por duas a quatro semanas. Após o tempo, coe o óleo usando uma peneira e guarde na geladeira por até um mês.

See also  As sobrancelhas finas estão de volta: como fazer sem perder a naturalidade - 24/07/2022

Leave a Comment

x