Como me cadastro para acessar os serviços do INSS?

Como me cadastro para acessar os serviços do INSS? Serviço para completar seu cadastro no INSS e gerar o Número de Cadastro do Empregado (NIT).

Se você já está cadastrado no PIS, PASEP ou NIS, este também é o seu número de registro no INSS.

Para mais informações, consulte: https://www.gov.br/inss/pt-br/saiba-mais/seus-direitos-e-deveres/inscreva-se

Quem pode usar este serviço?

Pessoa que deseja requerer o INSS para:

comece a contribuir;

Ser o advogado ou representante legal de outra pessoa ou

basta solicitar um serviço.

  1. peça o serviço
    • Acesse Meu INSS;
    • Clique em Inscrever-se no INSS;
    • Insira os dados necessários para concluir seu pedido.
      Se o pedido se referir a um não sujeito passivo, por exemplo, filhos ou advogados, o pedido deve ser feito por telefone 135.DOCUMENTAÇÃODocumentação conjunta para todos os casos
  2. causando obrigação

Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

Em caso de dúvidas, ligue para a Central de Atendimento do INSS, 135.

O serviço está disponível de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).
Este é um serviço do Instituto Nacional da Segurança Social. Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões, entre em contato com ele.

Tratamento do usuário atual

O usuário deve, de acordo com os princípios expressos na Lei nº 13.460/17, receber um atendimento baseado nas seguintes diretrizes:
· Urbanidade;
· respeito;
· Acessibilidade;
· cortesia;
· Presunção de boa-fé do usuário;
· Direitos iguais;
· Eficiência;
· Segurança; e
· Ética
Informações sobre condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos pontos de atendimento

See also  Correção de dados de um CNIS: como funciona?

O usuário do serviço público tem direito ao atendimento personalizado, quando necessário, em instalações saudáveis, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas para atendimento e atendimento, conforme Lei nº 13.460/17.
Informações sobre quem tem direito a tratamento prioritário

Pessoas com deficiência, idosos com mais de 60 anos, gestantes, nutrizes, pessoas com crianças pequenas e pessoas com excesso de peso têm direito ao atendimento prioritário, conforme estabelecido pela Lei 10.048, de 8 de novembro de 2000.





Leave a Comment

x