Conheça a história do tradicional restaurante argentino

Marta comemora seus 80 anos em maio, mês especial das mães, e tem muitos motivos para agradecer. Ao longo de sua vida construiu uma empresa sólida e de referência na região da tríplice fronteira, a famosa El Quincho del Tio Querido.

Tudo começou quando Marta e seu marido Alberto José Berro (em memória), chegou à região do triângulo fronteiriço de Puerto Iguazú (AR) em 1978. Eles ficaram tão impressionados com a região, suas cores e atrativos que decidiram pisar na cidade das cachoeiras.

Alberto tinha experiência em gastronomia, tendo trabalhado para o pai, e juntos o casal viu uma oportunidade de se envolver com gastronomia na cidade. Assim, em 1983, El Quincho Del Tio Querido abriu suas portas pela primeira vez. Localizado na região central, na rua Perito Moreno ao lado das emblemáticas 7 bocas, o primeiro endereço já era famoso por seus clubes folclóricos com show ao vivo de violões e instrumentos que encantavam clientes e amigos todas as noites. A qualidade do serviço, a comida, a dedicação e o coração que colocaram neste projeto fizeram dele um marco em Iguazú ao longo do tempo.

Marta Cristina Ayue - Proprietária da Tio Querido
Juntamente com o marido, Marta idealizou o restaurante.

O casal sempre prezou pela qualidade do serviço, pelo que em 1992 decidiu mudar-se para um novo edifício de forma a poder oferecer mais e melhor serviço aos clientes. O novo endereço, também no centro, ficava na Bompland Street, ao lado de um conhecido hotel da cidade.

Durante esse tempo, Marta buscou a excelência no atendimento, treinou sua equipe e ampliou e renovou constantemente o que era necessário para otimizar cada detalhe.

“Passaram 20 anos e com eles uma longa jornada cheia de experiências, anedotas, alegrias, momentos difíceis para a economia do país, perdas familiares desde que meu marido Beto faleceu em 1996. Todos estes momentos foram partilhados com a grande equipa de trabalho e com os clientes habituais que fazem parte da nossa história”, salienta Marta.

40 anos de história

Em 2012, Marta, sempre acompanhada pela família, decidiu assumir um novo desafio e realizar um sonho antigo. Então o Tio Querido foi construído na Av. Eva Perón y Caraguata, (muito perto da entrada internacional), um restaurante com grandes espaços, em dois andares, terraço aberto, churrasqueira ao ar livre e cozinha ampla muito confortável para facilitar e agilizar as operações. “A acessibilidade na entrada e no interior das instalações, independentemente das capacidades técnicas, cognitivas ou físicas do cliente, é efetiva e 100% garantida.

Atualmente espaços e funcionários estão preparados para receber e atender com eficiência 250 convidados ao mesmo tempo. A alta qualidade da carne argentina, os vinhos selecionados, o show de tango ao vivo e o folclore fazem de cada noite uma experiência maravilhosa dentro da Tríplice Fronteira”, afirma Marta.

Marta Cristina Ayue - Proprietária da Tio Querido
El Quincho Del Tio Querido é tradicional e de alta qualidade.

Com todas essas conquistas em 40 anos de experiência nesse trabalho que tem sido o pilar de sua vida, Marta completa 80 anos no dia 16 de maio e isso é só gratidão. “Estou feliz e satisfeito em ver que meu restaurante continua sendo um lugar tradicional argentino onde as pessoas encontram espaço para relaxar, desfrutar, experimentar novos sabores e ter momentos cativantes, momentos com a família e/ou amigos. Hoje vejo filhos e netos dos meus primeiros clientes entrando no restaurante e isso me enche de orgulho. Para o futuro, desejo que o restaurante prospere e continue sendo aceito pelo público para que possamos continuar prosperando. Também gostaria de parabenizar e agradecer as mães brasileiras, paraguaias e argentinas que nos visitam com frequência e ajudam nosso negócio a crescer. Bom dia a todos”, conclui.

Por que se chama El Tio Querido?

O pai de Marta veio da Síria na juventude e procurou oportunidades na Argentina. Foi em Junin, província de Buenos Aires, que ele criou sua família e se tornou uma figura popular na cidade. Seu vocabulário limitado em espanhol lhe permitiu cumprimentar a todos com a frase “Olá Habibi”, que significa “Querido” em árabe. Foi assim que ganhou o apelido de “El Tio Querido” e Marta escolheu esse nome para o restaurante em homenagem ao pai.

See also  Liga dos Campeões: acompanhei ao vivo o sorteio das quartas e semifinais

Leave a Comment

x