DC BOOKS 14/05 – diário comercial

Os mortos-vivos podem ensinar muito sobre como você vive.

The Walking Dead, Night of the Living Dead e Resident Evil são produções que moldaram a imagem popular das criaturas conhecidas como zumbis. Focados na luta pela sobrevivência, esses trabalhos ignoram uma questão que há muito permanecia sem resposta: o que se passa na mente de um moribundo? O jovem escritor Diego Rates revela esse mistério em “As últimas memórias de um morto-vivo”. O livro mostra o cotidiano de Zombie Joe em sua jornada de autodescoberta cheia de humor e situações absurdas durante o apocalipse. Concebido como uma homenagem ao “morto-vivo” que existe dentro de cada ser humano, o conto tem uma trama envolvente e um narrador que, apesar de meio morto, transborda carisma. Combatendo a tentação de se alimentar de carne humana para evitar o vício, Joe desenvolve o hábito de escrever sobre suas memórias para restaurar sua memória perdida e entender os eventos que levaram à sua transformação em um zumbi pensante. (As Últimas Memórias de um Morto-Vivo, Diego Rates, Editora Viseu, 83 páginas, R$ 35,09)

Uma amizade em circunstâncias e gerações improváveis

Como uma amizade pode prosperar em situações e gerações improváveis? Com milhares de assinantes migrando para a TAG Books, Os Cem Anos de Lenni e Margot já está disponível nas lojas através da Planeta Publishing. O romance de estreia da romancista inglesa Marianne Cronin está sendo adaptado para um longa-metragem pela Columbia Pictures, que será distribuído pela Sony. A história sensível e comovente, que foi publicada em mais de 25 países, se passa em um hospital em Glasgow, na Escócia. O protagonista é Lenni, um adolescente sueco de 17 anos, charmoso, honesto e engraçado, que tem câncer terminal. Para preencher os dias em meio às restrições, ele começa a fazer aulas de arte terapêutica. Nessas circunstâncias improváveis, ela conhece Margot, uma doce senhora de 83 anos. Em meio a uma conexão intensa e imediata, eles percebem que têm um século de vida juntos. Para comemorar o centenário, eles decidiram realizar uma exposição de cem pinturas. Cada uma das obras representa uma importante lembrança dos anos que viveram, comemorando assim os amores e sofrimentos da vida. (100 anos de Lenni e Margot, Marianne Cronin, Editora Planeta do Brasil, 350 páginas, R$ 56,90)

Moda consciente e sustentável para todos

Entre 195 países, o Brasil é o nono maior mercado consumidor de vestuário do mundo. Olhando apenas para os mercados emergentes, a posição nacional sobe para o quarto lugar. Isso é indicado pela pesquisa realizada pela plataforma cupomvalido.com.br. As estatísticas comprovam: o brasileiro é vaidoso, mas também precisa estar atento ao impacto da indústria da moda na cultura, na sociedade e no meio ambiente. O consultor de estilo Reginaldo Fonseca leva esse debate para as mais diversas frentes do segmento. Em “Além da Moda”, publicação da DVS Editora, o empresário reflete sobre a moda para além do vestuário e o que isso significa no dia a dia e no comportamento das pessoas. “A moda muda com o tempo e nesse sentido temos que enfrentar novas situações e nos adaptar a tudo que está acontecendo no planeta e na vida”, sugere. Reginaldo rompe paradigmas ao sugerir que o assunto não está mais ligado apenas ao vestuário. Para ele, vestir uma roupa está além da moda e além do que a maioria das pessoas conhece. “Tudo está ligado ao nosso jeito de ser, ver, perceber, aprender, entender, viver e se comportar em todos os sentidos da vida”, afirma a especialista, que reitera a importância de entender que a roupa escolhida faz parte de um contexto social é . A obra também aborda brasilidade, sustentabilidade, poluição, veganismo e inclusão. (Além da Moda, Reginaldo Fonseca, DVS Editora, 176 páginas, R$ 154)

O caminho para a sorte

Aristóteles associava a felicidade com uma vida significativa e exercício intelectual. Epicuro entendeu que estava relacionado à paz de espírito. Marco Terêncio Varrão, filósofo romano, interpretou-o de 228 maneiras diferentes. No lançamento da Editora Vida, Ana Paula Valadão Bessa e Gustavo Bessa contribuem para o debate a partir de suas experiências com Jesus e da leitura da Bíblia. O teólogo e líder do Diante do Trono, grupo musical que revolucionou o culto brasileiro contemporâneo desde 1998, divide “O Caminho da Felicidade” em seis capítulos e dois apêndices: o Sermão da Montanha, pelo entendimento que o apóstolo Paulo tinha sobre este assunto e a importância do descanso. A partir do quinto capítulo, os autores mostram a conexão entre identidade, trabalho e casamento com a felicidade. Ana descreve sua crença no significado de ‘felizes para sempre’ e como ela entendeu que é de fato uma construção cotidiana. (O Caminho da Felicidade – Não está longe de você, Ana Paula Valadão e Gustavo Bessa, Editora Vida, 168 páginas, R$ 49,90)

Contém propósito, protagonismo e autenticidade

Em seu novo livro, a escritora, palestrante e especialista em comportamento humano Branca Barão convida as mulheres a descobrir com clareza o que elas realmente querem da vida. “A Mulher que Viveu de Propósito” não é mais um livro para entender o significado dessa palavra que todos procuram. É um guia fácil de seguir que leva o leitor na jornada para encontrar a verdadeira missão. Branca escreveu o método que desenvolveu chamado “Mulheres com Propósito” que ajuda as pessoas a se conscientizarem de si mesmas e do que acreditam ser a vida boa, sair da posição de vítima e ter coragem de ter sua própria história para escrever com realidade . Apresentando a DVS Editora, o autor ensina como reconhecer a vida que todos querem viver e também como tomar as decisões certas. Com exercícios práticos, histórias inspiradoras do autor e mentores, o trabalho traz uma explicação detalhada da metodologia de Branca para que o aprendizado apresentado no livro seja real e aplicável. (A mulher que vivia de propósito, Branca Barão, DVS Editora, 336 páginas, R$ 89)

See also  Anúncio de Business Wire: Pátria

Leave a Comment

x