Dente-de-leão: Veja benefícios e como fazer chá da planta – Ser Saúde

O dente de leão é uma planta com origem europeia e asiática, conhecidas como ervas daninhas ou ervas daninhas. De acordo com a professora floricultura da Universidade Federal do Ceará (UFC), Roberto Takane*, pertence ao gênero Taraxacum e pode ser consumido como salada.

Como as folhas serradas se assemelham a dentes, ficou popularmente conhecido como “dente-de-leão”. Renata Cristina Machado**, nutricionista graduada pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), destaca que a planta é rica em vitaminas e minerais.

dente de leão amarelo

Legenda: O dente-de-leão é amarelo durante a fase de floração da planta.

Foto: Shutterstock

“Esta planta é adaptável a diferentes tipos de solo e tem suas propriedades gosto amargosuas flores amarelas e seus frutos com um tufo de pêlos brancos”, acrescentou.

Em conversa com jornal do nordesteos especialistas detalharam benefícios de ervasos cuidados necessários na hora de comer o dente-de-leão, bem como a forma de cultura na panela.

Quais são as vantagens?

A planta tem propriedades antioxidantes e antiflogístico. Além disso, ajuda a aliviar os sintomas de indigestão, como: flatulência e a “sensação de plenitude”. Segundo Renata, é por causa do dente-de-leão promove a secreção de suco gástrico e saliva.

Dandelion também tem um efeito:

  • Laxante: ajuda o indivíduo a defecar;
  • Diurético: aumenta o volume do fluxo urinário.

“Ajuda como complemento no tratamento de problemas urinários levesdesde que doenças mais graves tenham sido descartadas pelo médico”, concluiu a nutricionista.

continue lendo

imagem de pitangas

gabiroba

contra-indicações

O dente de leão é contra-indicado para pessoas que Alergia a qualquer um de seus componentes. Além disso, devido à falta de estudos que demonstrem a segurança do uso, Renata não recomenda o consumo para gestantes e lactantes.

Entre outros grupos para evitar o uso do dente-de-leão estão as pessoas que foram diagnosticadas com:

  • Gastrite;
  • cálculos biliares;
  • bloqueio dos ductos biliares e do trato gastrointestinal;
  • doenças do fígado;
  • úlcera gastroduodenal;
  • Diabetes;
  • doenças renais e cardíacas.

No caso de pessoas que fazem medicamentoa nutricionista alerta para a importância de consulta médica préviacomo o consumo de dente-de-leão pode afetar o efeito da medicação.

“O uso simultâneo pode reduzir a absorção de antibióticos e o efeito de outros medicamentos, por exemplo”, explicou.

Por fim, nota-se também que o uso excessivo da planta ou do chá pode causar dor. Abdome superior, hiperacidez e vômitos.

dente de leão amarelo

Legenda: A planta é nativa da Europa e Ásia.

Foto: Shutterstock

como é a planta

perder peso dente de leão?

A nutricionista ressalta que alguns estudos associar o consumo de dente de leão para perda de peso. No entanto, não há consenso sobre isso.

Além disso, ele destacou que nenhum alimento tem a capacidade de “perder peso” ou tornar uma pessoa “gorda”. A perda de peso ocorre com praticando atividade física é isso Alimentação saudável Em geral.

como é a flor

A flor mais comum da espécie de dente de leão Há um monte Semelhança com crisântemos. Cada “pétala” é uma flor completa. “Existem várias cores, mas a mais comum é o amarelo”, explica Roberto.

flor de crisântemo

Legenda: A flor de crisântemo é semelhante ao dente-de-leão, mas são espécies diferentes.

Foto: Shutterstock

Posso plantar em vaso?

Sim, de fato. Roberto ressalta que é possível cultivo de dentes de leão em vasos, pois é uma planta muito resistente e pode ser muito ornamental com adubação adequada. “O problema é encontrar as sementes dessas espécies”, disse.

Com a planta produz muitos semente que se dispersam com o vento relata que são interessantes colocar Dente de leão em um saco de papel durante o tempo em que suas flores estão secando. Esta ação pode evitar a perda de sementes.

como fazer chá

É possível fazer isso Chá de dente de leão tanto do método de decocção quanto à infusão. No primeiro caso, a preparação ocorre após ferver cerca de 3 a 4 gramas de toda a planta em água por 10 minutos.

A imagem mostra o chá da planta dente-de-leão

Legenda: Um chá de dente-de-leão pode ser feito a partir da planta.

Foto: Shutterstock

ja entrou método de infusãorecomenda-se realizar os seguintes passos:

  1. Ferva cerca de 200ml de água e após ferver desligue o fogo;
  2. Adicione cerca de 4 a 10 gramas da planta na sua totalidade (incluindo a raiz) e deixe abafar durante cinco minutos (para extrair as propriedades medicinais);
  3. Finalmente agora é possível consumir chá.

Uma vez preparado, o chá deve ser consumido até três vezes ao dia conforme recomendação de um nutricionista ou médico.

*Professora Dra. Roberto Takane é professor de Floricultura da Universidade Federal do Ceará (UFC) e publicou mais de dez livros na área. Ela mantém um canal no YouTube com informações específicas e dicas sobre plantio e cuidados.

**Renata Cristina Machado Mendes é nutricionista formada pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). Mestre em Nutrição e Saúde pela Uece e Especialista em Diabetes pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

See also  Como você faz néctar saudável para atrair beija-flores?

Leave a Comment

x