DF tem cerca de 110 mil crianças não vacinadas contra Covid-19

Foto/Imagem: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Sete centros de vacinação contra a Covid-19 estarão funcionando neste sábado (25) no Distrito Federal, incluindo a administração regional de São Sebastião e escolas de Ceilândia e Riacho Fundo. Além disso, o Carro de Vacinas percorrerá as ruas do Sol Nascente. A oferta ocorre em um momento em que a secretaria de saúde trabalha para ampliar a cobertura vacinal: cerca de 110 mil crianças de 5 a 11 anos, 41,3% do total, ainda não tomaram a primeira dose.

Os adultos também são obrigados a retornar às instalações de saúde. Enquanto o Distrito Federal já está permitindo o segundo reforço para maiores de 40 anos, 47,3% da faixa etária de 40 a 49 anos nem recebeu o primeiro reforço. Na população entre 30 e 39 anos, essa taxa é de 60,2%. Qualquer pessoa com mais de 12 anos pode receber a primeira dose de reforço, desde que cumpra o prazo de quatro meses para a segunda dose. Para aqueles que tomaram Janssen, o período de espera é de dois meses.

“Manter as imunizações em dia é essencial para garantir a proteção coletiva contra a Covid-19. Temos profissionais e imunizadores para vacinar, cabe à população fazer a sua parte e participar”, afirma a ministra da Saúde, Lucilene Florêncio. Mais de 30 mil pessoas foram vacinadas no final de semana de Corpus Christi, de quinta a sábado. Mais de 70 unidades estão abertas para atendimento de segunda a sexta-feira.

estratégias de vacinação

O chefe da Unidade Básica de Saúde da Secretaria de Saúde, Adriano Oliveira, diz que foram desenvolvidas estratégias para oferecer as vacinas em novos locais e em horários diferentes. Na quarta-feira (22), 14 unidades de saúde passaram a oferecer o atendimento das 19h às 22h. “Estratégias diferenciadas são essenciais para aumentar os números e ampliar o acesso às pessoas que acabariam não indo ao centro de saúde”, explica.

See also  Alojamento local em Lisboa cai 94% para o nível mais baixo em 10 anos

É o caso do caminhão de vacinas, que chega às pessoas que não vão aos postos de saúde. “É um projeto que está dando muito certo na região de saúde oeste e que queremos transferir para outras áreas do DF”, enfatiza a ministra da Saúde, Lucilene Florêncio.

Em sua 12ª edição, a Iniciativa leva Imunizadores às ruas da Etapa 3 do Sol Nascente. O veículo circula entre as quintas 5, 5 Estrelas, Gênesis, 7, 7A, 8, 9, 73, 73B, 74 e 75 das 8h às 17h. Primeira dose, segunda dose e reforço estão disponíveis para todos os maiores de 12 anos velho.

O veículo conta com imunizantes, seringas, insumos e acesso ao sistema de registro de vacinação, que permite saber se uma pessoa já recebeu uma dose da vacina Covid-19 e quando. “Oferecemos total apoio aos cidadãos. Se necessário, podemos até emitir o certificado de vacinação no local”, explica a chefe do Centro de Vigilância Epidemiológica e Imunização da Região de Saúde Oeste, Zildene Bitencourt.

Atualizado em 25/06/2022 – 09:25.

Leave a Comment

x