Dólar afunda em alta com reversão do petróleo em baixa e após dados de desemprego

O dólar reduziu sua alta inicial na sexta-feira em meio ao declínio do petróleo bruto, depois que a commodity já havia subido cerca de 1,5%. Mas a falta de acordo da Rússia sobre um cessar-fogo na Ucrânia apoia a cautela sobre a inflação no mundo e no Brasil. Os investidores estão precificando até mesmo um leve declínio na taxa de desemprego em janeiro no país.

A taxa de desemprego no Brasil foi de 11,2% no trimestre encerrado em janeiro, um pouco abaixo da mediana esperada pelo mercado (11,3%) e dentro do intervalo estimado pelo transmitir projeções (de 10,7% para 11,8%). No mesmo período de 2021, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua do IBGE foi de 14,5%. No trimestre encerrado em dezembro de 2021, a taxa de desemprego foi de 11,1%.

No entanto, o rendimento médio real do trabalhador caiu 9,7% em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 2.489 no trimestre encerrado em janeiro. A maior parte dos ganhos reais pagos aos funcionários também caiu 0,9%, para R$ 232,594 bilhões no trimestre encerrado em janeiro em comparação com o mesmo período de 2021.

No radar dos investidores está a esperada conversa de hoje entre o presidente dos EUA, Joe Biden, e o chinês Xi Jinping, sobre a guerra na Ucrânia e questões comerciais. Ontem, os EUA expressaram “grande preocupação” de que a China envie equipamentos militares para a Rússia, ajudando Moscou a continuar a guerra na Ucrânia, segundo o secretário da Casa Branca, Jen Psaki. Ela disse que o fato de a China ter se recusado até agora a condenar a ação russa é revelador.

Anteriormente, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) desacelerou para 0,90% na segunda prévia de março, ante 1,94% em fevereiro.

Na quinta-feira, o dólar caiu no exterior e em relação ao real. Apesar de o Fed ter prometido na quarta-feira aumentar os juros em todas as reuniões deste ano, a leitura dos agentes foi de que não deve haver movimento para aumentar o ritmo de aperto, o que foi bem recebido pelos investidores.

A partir das 9h38 desta sexta-feira, o dólar à vista tinha alta de 0,36%, para R$ 5,0521. O dólar subiu 0,16% em abril para R$ 5,0710.




Saber mais

+ Versão alemã: Esposa de funcionário que agrediu morador de rua diz “vi a imagem de Deus”

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta

+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma de infecção inesperada em crianças com problemas de equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave carne de frango crua


Leave a Comment