Educação é foco da Campanha Fraternidade 2022 – Gerais

Campanha da Fraternidade 2022
(Foto: Reprodução na Internet/Facebook/CNBB Nacional)

Olhos voltados para a educação, corações unidos pela paz e ritos tradicionais da Quarta-Feira de Cinzas, nas igrejas católicas. Desde então, não passou para a Campanha da Fraternidade 2022 (CF-2022), como foco de dois dos mais importantes pilares da sociedade, seguindo o lema bíblico, extraído dos Provrios 31,26, “Fala com sabedoria, ensina com amar”. Em Belo Horizonte, o Arcebispo Metropolitano e Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Walmor Oliveira de Azevedo, participa da CF-2022 – Fraternidade e Educação durante missa às 19h30, na Catedral Cristo Rei, na edifício no Bairro Juliana, na Região Norte da capital.

Em tempos de guerra na Europa, temos um pedido muito especial do Papa Francisco para este primeiro dia da Quaresma. Direi, com tristeza, sobre o invasor da Ucrânia para a Rússia, convoquei-o em um dia de Jejum e rezei pela paz. “Mais uma vez, a paz de todos é afetada pelos interesses de uma parte”, lamentou o Sumo Pontífice.
Junto aos pedidos de orações pela paz, as igrejas da capital e interior de Minas terão o momento de imposição dos cintos, durante as missas, quando o celebrante encara a cruz na cabeça do católico. A Arquidiocese de BH explica que a Quarta-Feira de Cinzas marca o início da Quaresma e preparação para a Semana Santa, “tempo de conversão, silêncio, oração, penitência e caridade”.

Com a imposição das cinzas, foi um período propício para a interioridade de dois Cristos que desejavam se preparar para viver o mistério pascal – ao paixo, morte e ressurreição de Jesus. Assim, como cinzas, “símbolo da fragilidade e pequenez humana, significa um apelo convertido”.

Dom Walmor falou sobre a situação na Europa: “A guerra foi o máximo, independentemente das dimensões do conflito. A invasão da Federação Russa é um sinal do fracasso humano na construção da paz. Uma ofensiva de guerra inaceitável que só causou morte e destruição. Nossa oração e nossa f seguimos firmes, não comprometendo a paz”.

See also  Horóscopo 16/04: veja as previsões para este sábado

Ah e eu reflito

Pela terceira vez, a Campanha da Fraternidade da CNBB aborda a educação. O tema foi objeto de reflexão no ano eclesial de 1982 e 1998. Segundo o texto-base, “a realidade de nossos dias é que o tema educativo ganha destaque, época marcada pela pandemia do COVID-19 e por diversos conflitos , distâncias e polarizações”.

O presidente da CNBB explica, na apresentação, que se trata de uma campanha para refletir sobre os fundamentos do ato de educar na perspectiva cristã. Assim, a educação é entendida não apenas como um ano letivo, com transmissão de conteúdos ou preparação técnica para o mundo do trabalho, mas como um processo que envolve uma “comunidade” ampliada com todos os atores (família, igreja, estado e sociedade). . Um CF-2022 inspirado no Pacto Educacional Global, convocado pelo Papa Francisco. A carta convocada ao Pacto, ou o Pontífice, apresenta elementos constitutivos de uma educação humanizada.

sérvio

Inauguração da Campanha Fraternidade 2022 na Arquidiocese de BH, no Bairro Juliana, na Região Norte

Data: Hoje, às 19h30, durante a Missa celebrada pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

Em nível nacional, no CF-2022 será lançado pela CNBB às 10h, com vídeo, no canal da CNBB, no YouTube e no Facebook.

Leave a Comment

x