Ele compôs uma música para o Banco Azteca parar de cobrar dele e acabou cantando ao vivo no Venga La Alegría

Banco Azteca Ceci Juno – Comercial

Foi em janeiro passado, quando em uma desafio de criatividade e composição que consistia em criar um música com a última mensagem SMS recebida, Ceci Junojunto com seu violão, cantou sua “história triste” com Banco Azteca.

“Que esta é minha última chance de pagar $ 179 pesos em dia”, Ceci entoou. “Banco Azteca, como faço para você entender? Eu não sei quem é Karen, nem sei como ela é”.

Na estrofe seguinte, ele garantiu que bloqueou aqueles que tentaram acusá-lo. “Por causa de suas constantes ameaças, estou prestes a explodir. Banco Azteca, o que faço nesta situação? Você vai me fazer jogar meu celular da varanda.”

Seu talento musical e artístico, somado à história bem-humorada de cobrança de uma dívida do antigo dono da linha telefônica, fez com que em questão de horas chegasse 74 mil visualizações no TikTok.

É claro que a história de desespero contada em uma balada chegou aos ouvidos do Banco Azteca que, por meio do Twitter, entrou em contato com ela para ajudá-la.

O Banco Azteca entrou em contato com o jovem tiktoker (Foto: captura de tela do Twitter)
O Banco Azteca entrou em contato com o jovem tiktoker (Foto: captura de tela do Twitter)

Somado à atenção e resolução imediata nas redes sociais que o Banco Azteca prestou a ele e ao convite para o programa matinal Venga la Alegría da TV Azteca, Ricardo Salinas também lhe enviou um tweet.

Alguns dias foram suficientes para Ceci Juno chegar com seu violão no fórum da TV Azteca e ter a apresentação dos seus sonhos, muito menos por conta de seu vídeo nas redes sociais.

O Banco Azteca e todas as subsidiárias do Grupo Salinas ampliaram seu ecossistema digital nas redes sociais para atender casos quase que imediatamente.

Depois de resolvido o problema de pagamento, o próprio Ricardo Salinas fez outro tweet onde partilhou o segunda parte da música Ceci Junoque com sua grande voz cantou como tudo se resolveu.

Ricardo Salinas compartilhou a segunda parte da música (Foto: captura de tela do Twitter)
Ricardo Salinas compartilhou a segunda parte da música (Foto: captura de tela do Twitter)

“O Banco Azteca me ajudou a resolver, eles sabem que eu não sou Karen, nem ligaram de volta para ela. Eles se certificaram de que tudo corra bem. Atendimento ao cliente e auditoria, incluindo Ricardo [Salinas] também”, entoou novamente com seu violão.

“Banco Azteca, obrigado por este final. Seria um prazer se nos encontrarmos novamente”, cantou a jovem equatoriana que agora tem conta naquele banco e continua a carregar conteúdo musical em suas redes sociais.

Hoje, graças a redes sociais, os usuários têm a oportunidade de demonstrar sua criatividade e, assim, dar-se a conhecer ao seu públicocomo foi o caso de Ceci, que um número errado a colocou na tv e viralize.

CONTINUAR LENDO

Bolsa Benito Juárez: como coletar do aplicativo Banco Azteca o apoio de 1.600 pesos a cada dois meses
Este foi o retorno de Mauricio Mancera para “Come La Alegría”

Leave a Comment