Em tecnologia, os gráficos ajudam a contar a história do cliente

grafite
A Grafitusa acompanha de perto as revoluções tecnológicas que mudaram o mundo gráfico. Crédito: Divulgação/Graffiti

A magia das cores, letras, formas e figuras que ganham vida no corpo do papel também encanta os não-crianças. Após as revoluções tecnológicas que mudaram o mundo gráfico e trouxeram os benefícios da era digital, o fascínio pelas artes gráficas, que ainda parece um truque de mágica colorido e divertido, continua vivo na memória afetiva dos capixabas, que fazem parte do universo centenários História da Grafitusa. .

Com o primeiro lugar na categoria Gráfica na 30ª edição do Prêmio Rede Gazeta Recall Brands, a empresa recebe a resposta do mercado à sua história de transformação da indústria gráfica capixaba: reconhecimento.

“Somos uma empresa centenária que traz a transformação como marca registrada. Antecipamos tendências que são discutidas em todas as conferências de negócios, como sustentabilidade e automação nos processos produtivos. A transformação faz parte do nosso ser”, enfatiza Cris Samorini, diretora comercial da empresa.

Segundo a empresária, a Grafitusa chegou ao século 21 porque soube se adaptar às inúmeras mudanças que o setor viu ao longo de seu caminho, sempre de forma inovadora, inovadora e marcante.

Cris Samorini

Gerente comercial

“A Grafitusa nunca se desvaneceu. Superamos todos os ciclos de crise que atingiram a economia nacional nos últimos 100 anos, mas nosso objetivo nunca foi sobreviver melhor, com mais eficiência e competitividade no mercado.”

“Imagine um consumidor que passa dias procurando um produto, comparando preços e modelos, tomando uma decisão e comprando. Qual é o próximo? O momento mais esperado: receber o produto em mãos. O “agora” está justamente nesse momento de encantamento, que começa com embalagens criativas e lindas. Nosso trabalho é construir essa ponte entre o virtual e o real, para oferecer uma experiência marcante em cada detalhe”, enfatiza Cris Samorini.

A atenção aos detalhes é um dos diferenciais dessa relação, como destaca a empresária. “Estamos sempre em busca de atualizações e referências em outros países e avançamos com o mesmo ritmo de modernização que a indústria gráfica vive no mundo todo. É uma combinação de fatores que cimentam nossa memória dos capixabas.”

Cris Samorini ressalta que a marca também oferece experiências. “A alegria do empresário que recebe os primeiros materiais da nova empresa, um tão esperado convite de casamento, um livro que vai marcar a vida do leitor. Todas as experiências que transmitimos através do nosso trabalho. É uma honra fazer parte da história dos capixabas”, diz.

VALORES

A empresa busca continuar transformando não apenas o mercado gráfico capixaba, mas também vidas e histórias, e se orgulha de antecipar tendências ligadas aos valores socioambientais da marca.

Cris Samorini, diretora comercial da Grafitusa
Cris Samorini diz que, no campo da governança, o foco é profissionalizar todas as áreas de gestão. Crédito: Divulgação/Graffiti

“Fomos a primeira indústria capixaba a introduzir a certificação internacional FSC. O selo garante que toda a cadeia produtiva desde o plantio das florestas seja ecologicamente correta e responsável. Esse nível de controle ajudou a melhorar nossos processos, resultando em melhor qualidade para o cliente.”

Na área de governança, continua Cris Samorini, trata-se da profissionalização de todas as áreas da gestão. Ela ressalta que a Grafitusa é mais do que uma empresa familiar.


Notou informações incorretas no conteúdo de A Gazeta? Ajude-nos a corrigi-lo o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente para a redação de A Gazeta.

Leave a Comment

x