Estudantes venceram e selaram a participação na fase de grupos da Copa Libertadores

Alunos de La Plata venceu esta quarta-feira em casa por 1-0 Everton do Chile e, desta forma, conseguiu com um placar global de 2-0 para acessar a fase de grupos da Taça Libertadoresenquanto a equipe de Viña del Mar jogará a mesma instância, mas na Copa Sul-Americana.

Agustín Rogel, que também marcou na partida da fase anterior contra o Audax Italiano, converteu o único gol em uma partida que sempre teve o time platense como dominador em uma classificação para a próxima instância que nunca esteve em discussão.

A equipe do Platense comandada por Ricardo Zielinski chegou a esta instância depois de perder a invicta no último domingo frente ao Boca Juniors em casa (0-1) e no prelúdio do clássico do Platense que jogará no próximo domingo contra o Gimnasia.

O Everton, por sua vez, chegou a este jogo em boa forma depois da vitória fora de casa, por 0-1, sobre o Universidad Católica, que lhe permitiu chegar a nove unidades, ficando a cinco atrás do líder Ñublense.

O encontro teve no prólogo uma homenagem emocionada de todos os presentes nas arquibancadas do estádio Jorge Luis Hirschi para Carlos Salvador Bilardo pelo seu aniversário de 84 anos.

Os primeiros minutos foram de análise de ambas as equipes com um Everton que não ousou arriscar em busca de um empate na série e um Estudantes de La Plata muito confortável com o resultado alcançado na primeira mão e ciente de sua solvência defensiva.

Aos 21 minutos Jorge Rodríguez exigiu do goleiro Fernando De Paul e dois minutos depois Matías Pellegrini tentou um chute de longa distância que saiu ao lado.

Tudo parecia equilibrado até que, aos 33 minutos, Agustín Rogel interceptou muito bem no campo rival e, depois de entrar na área, definiu com um chute cruzado que tornou estéril a tentativa do goleiro De Paul de evitar a queda de sua cerca.

See also  Rogério Ceni queria "assinatura" e deu um passo mais alto que a perna

Com esta diferença no placar, a equipe de Ricardo Zielinski ganhou mais calma para o seu jogo apesar das ausências de Leandro Díaz (devido ao acúmulo de três cartões amarelos) e Mauro Boselli (que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo).

Os comandados pelo argentino Francisco Meneghini tentaram encontrar uma abordagem mais ofensiva com a necessidade de dois gols e, por isso, Cristopher Medina e Matías Campos López entraram em campo.

No entanto, o Estudiantes teve a oportunidade de ampliar a vantagem a meio desta segunda parte quando, após uma série de toques, o extremo Emmanuel Más definiu com o pé esquerdo uma bola que passou muito perto do poste.

Dessa forma, o Estudiantes ampliou sua grande sequência contra times chilenos que em 15 jogos somaram dez vitórias e cinco derrotas, com um único recorde em casa contra o Colo Colo pela Supercopa de 1996.

Com esta vitória, o Estudiantes de La Plata entrou na fase de grupos da Copa Libertadores junto com os outros argentinos Boca, River, Colón, Vélez e Talleres de Córdoba, enquanto o Everton jogará a mesma instância da Copa Sul-Americana.

Leave a Comment

x