Exposição 25 Anos de Imagens, Sons e Histórias inaugura a 30 de junho — Senado Notícias

A exposição 25 anos de imagens, sons e histórias, que celebra os 25 anos da Agência Senado e da Rádio Senado, pode ser visto pessoalmente a partir de 30 de junho. A exposição reúne cenas emblemáticas capturadas nesse período pelos fotojornalistas do Administração do Senadoalém dos áudios da cobertura rádio senado. A inauguração está marcada para as 15h15, na sala da Galeria Senado, no corredor que liga o edifício principal do Senado ao Anexo 1.

— As 25 fotografias da exposição resumem duas décadas e meia de trabalho primoroso de nossos fotojornalistas, que demonstram competência e talento em meio a todas as falhas que sabemos ocorrer nesta reportagem. Mas não é só isso, essas fotos também reúnem o trabalho nem sempre visual de repórteres, editores, designers, operadores, estagiários, administração, todos que compõem essa complexa rede de transmissão de notícias – disse a diretora da Agência Senado, Paola Lima.

As fotos da agência aparecem na exposição em conjunto com as reportagens da Rádio Senado, que, como a agência, narra diariamente a história do país através do trabalho legislativo. Em cada foto, um código QR levará você ao conteúdo da Rádio Senado sobre aquele tema. Os áudios são cobertura ao vivo no momento da votação, reportagens da Rádio Senado para a Voz do Brasil e reportagens especiais pelas quais a Rádio Senado recebeu inúmeros prêmios ao longo desses 25 anos.

— Ao longo destes 25 anos, a Rádio Senado testemunhou e documentou vários momentos importantes da história do país. Escolher as contas que compõem esta exposição significa percorrer capítulos dessa história e relembrar acontecimentos significativos para o Parlamento e também para a nação. O trabalho de seleção, realizado em colaboração com a Agência Senados, teve, portanto, como critério selecionar os episódios que realmente marcaram a vida nacional e fazem parte da memória da nossa população – explicou Paola.

See also  Promoção Betmotion - 100% Cashback até R$ 15 no GP de Miami

Para a diretora de Comunicação do Senado, Erica Ceolin, a existência das comunicações do Legislativo é reflexo direto das aspirações democráticas expressas na Constituição de 1988. Um dos princípios que norteiam esse trabalho é a democratização da informação.

— Foi assim que nasceu a ideia de mostrar aos cidadãos o parlamento sem filtro por 24 horas. Esses são os fatos essenciais que moldaram o Senado Federal nos últimos 25 anos, a transformação histórica do país, que aprendeu a caminhar após a reabertura política, até a efervescência do presente, que ali são mostrados ao público para lembrança e reflexão – explicou erica

Caminhe pela história

A exposição, que será aberta ao público no dia 30, é a versão física da mostra que abriu digitalmente em fevereiro. O coordenador da exposição, Pillar Pedreira, explicou que a exposição presencial teve que ser adiada em relação às medidas de higiene contra a Covid-19 estabelecidas pelo Senado. Para eles, a exposição física fará o visitante sentir vontade de caminhar pela história.

— A exposição física continuou sendo importante para nós porque aproxima o espectador da emoção evocada por cada foto e história. Seja lembrando o fato histórico, seja imaginando como seria aquela situação. Por isso decidimos usar fotos grandes e com as características dos equipamentos fotográficos da época, a limitação tecnológica também coloca o espectador na linha do tempo. Toda a exposição segue uma cronologia e a pessoa caminha pela história”, conta o coordenador da exposição.

O objetivo da exposição, segundo Pillar, é demonstrar a integração que ocorre entre os veículos, com a conexão entre fotografia e áudio feita na época. Esse arranjo, disse o coordenador, mostra como o trabalho dos dois veículos converge e como os cidadãos podem acessar as notícias de diferentes formas e em diferentes formatos.

See also  onde assistir ao vivo, prováveis ​​escalações, hora e local; lugar nas oitavas de final da Copa do Brasil

As fotos foram selecionadas pelo coordenador fotográfico da Agência Senado, Leonardo Sá. Para escolher o que mostrar na exposição, ele analisou um acervo de mais de 2,5 milhões de fotos. Como exemplos de momentos retratados na exposição, citou a reeleição do PEC em 1997; a reforma previdenciária de 2003; a Lei Maria da Penha em 2006; as manifestações populares de 2013; o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016 e várias comissões parlamentares de inquérito que aconteceram ao longo desses 25 anos.

Agência Senado (Reprodução autorizada com referência à Agência Senado)

Leave a Comment

x