Fitch: A guerra está aumentando a pressão sobre as empresas não financeiras latino-americanas

A invasão da Ucrânia pela Rússia está aumentando os ventos contrários enfrentados pelas empresas não financeiras na América Latina, diz a Fitch. Os desafios incluem interrupções adicionais no fornecimento, inflação acelerada, crescimento econômico mais lento, gastos mais baixos do consumidor, depreciação da moeda e crescente apetite ao risco, disse a agência em um relatório.

O desempenho dos negócios foi forte no ano passado, em grande parte devido à reabertura das economias, demanda reprimida e estímulos governamentais, aponta a Fitch. Esses fatores, juntamente com a dinâmica favorável do mercado de capitais, melhoraram a posição financeira da maioria dos emissores, permitindo-lhes pagar dívidas, fortalecer a liquidez e estender os vencimentos, o que deve limitar o número de ações de rating negativas devido ao conflito, disse a agência.

No entanto, grandes riscos negativos, como o conflito Rússia-Ucrânia e a pandemia, que estão tendo implicações macroeconômicas globais, podem atingir desproporcionalmente os mercados emergentes e alterar o desempenho do crédito de alguns setores, alerta o relatório. Isso se deve a prêmios de risco mais altos e incertezas relacionadas ao crescimento econômico para a América Latina e seus parceiros comerciais, aponta a Fitch.

Os emissores no Chile e no Peru têm alta exposição às exportações e estão se beneficiando do aumento dos preços das commodities, mas a aceleração da inflação, a desaceleração do crescimento global e a depreciação da moeda podem apagar alguns dos benefícios dos preços das commodities, disse a avaliação. Dada a importância da Rússia para o fornecimento mundial de petróleo e certos metais e grãos, um período prolongado de altos custos de energia e commodities pressionará as margens e o fluxo de caixa em alguns setores, especialmente se o crescimento econômico e os gastos do consumidor desacelerarem, prevê a Fitch.

A agência prevê que o PIB regional cresça abaixo de 2% em 2022, acima dos 7% em 2021, devido em parte a fortes desacelerações no Brasil e no México.




Saber mais

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta
+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Após mulher dizer que Gusttavo Lima é pai da filha, ela pode ser processada
+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave frango cru


See also  Previsões e perfil de personagem

Leave a Comment

x