IBGE: Censo 2022 vai coletar coordenadas de residências urbanas e rurais

O Censo Demográfico 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que será realizado no segundo semestre deste ano, vai coletar as coordenadas geográficas de cada domicílio visitado no país. Este tipo de dados tem sido recolhido desde 2007, mas apenas para agregados familiares e explorações agrícolas.

Segundo o presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Eduardo Rios Neto, as coordenadas dos endereços das cidades também estão sendo coletadas pela primeira vez no censo.

Com esses dados, é possível visualizar a localização dos prédios residenciais e o número de pessoas que neles moram. Segundo Rios Neto, isso pode ser útil em situações de desastres naturais, por exemplo.

“Esse mapeamento de coordenadas domiciliares será de fundamental utilidade para a sociedade nos próximos anos. Com as coordenadas registradas durante um desastre natural como o do Morro da Oficina [em Petrópolis]teríamos os pontos das moradias que estariam localizadas nesta serra lodosa e, respeitando o sigilo estatístico, que é muito importante para nós, o tipo de potencial ocupante que ali estaria localizado”, explicou.

Em 2019, por exemplo, após o rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG), o IBGE disponibilizou aos socorristas do corpo de bombeiros as coordenadas de empresas rurais e residências da região.

Segundo o diretor de Ciências da Terra do IBGE, Claudio Stenner, o IBGE melhorou seu sistema de coleta de coordenadas para este ano em relação aos censos anteriores: Censo 2010, Censo Demográfico 2007 e Censos Agropecuários 2007 e 2017.

“As coordenadas ganharam importância ao longo do planejamento do censo de 2022, teremos um quadro sistemático dessa distribuição da população e dos domicílios em todo o país. Vamos viabilizar novas formas de divulgação de dados e melhor controle da própria operação censitária”, afirmou.




Saber mais

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta
+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Após mulher dizer que Gusttavo Lima é pai da filha, ela pode ser processada
+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave frango cru


Leave a Comment