Itália tem 76.250 novos casos e 165 mortes por Covid-19

ROMA, 18 MARÇO (ANSA) – A Itália registrou 76.250 novos casos e 165 mortes por Covid-19, elevando o número de infecções para 13.724.411 e o número de vítimas da pandemia para 157.607, informou o Ministério da Saúde nesta sexta-feira (18 de março). . ). . . ).

Os números divulgados mantêm a alta registrada na média móvel de 14 dias de infecções e começam a indicar estagnação na queda de mortes. Enquanto o primeiro subiu para 63.659 (de 60.356 na quinta-feira), o segundo subiu para 137 (de 136 na quinta-feira).

Pela primeira vez em seis dias, o número de pessoas sob observação médica aumentou – de 8.397 para 8.403. O número de doentes em unidades de cuidados intensivos manteve a tendência de estagnação, subindo para 474 (há 24 horas eram 473).

O número de pessoas em isolamento domiciliar – casos leves ou assintomáticos – continua subindo, chegando a 1.111.344 (um máximo consecutivo desde 10 de março). Testes realizados totalizaram 529.882 com taxa de positividade de 15,5% – alta pelo quarto dia consecutivo.

O aumento do número de infecções registrado em março pode ser explicado pela maior prevalência de uma subvariante da cepa Ômicron responsável pelo recorde de casos de janeiro.

Em 7 de março, o Ômicron respondia por 99,9% das infecções no país, segundo um estudo realizado pelo Instituto Superior de Saúde (ISS) e pelo Ministério da Saúde em colaboração com laboratórios regionais e a Fundação Bruno Kessler. A variação entre as 20 regiões está entre 99,2% e 100%.

Entre eles, a subvariante BA.2 já representa 44,1% das infecções e está presente em maior ou menor grau em quase todas as regiões italianas (variação regional de 0% a 79,7%). Além deste sublinhado, a Itália também tem a proliferação de BA.1 e BA.3.

Apesar do recente aumento da contaminação, o governo italiano anunciou o cronograma para a flexibilização quase completa dos regulamentos de saúde. A partir de 1º de abril, o passaporte verde (certificado de saúde) não é mais obrigatório na maioria dos lugares e só é exigido em grandes aglomerações, como estádios.

O uso de máscaras será obrigatório no transporte público e em ambientes fechados até o dia 30 do próximo mês. A partir de 1 de maio deixa de ser aplicável a apresentação do Passaporte Verde e a obrigatoriedade do uso de máscara. (ANSA).




Saber mais

+ Versão alemã: Esposa de funcionário que agrediu morador de rua diz “vi a imagem de Deus”

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta

+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com acertos de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave carne de frango crua


See also  A cultura da soja atinge 75% da área do Paraná e a qualidade da lavoura está melhorando

Leave a Comment

x