Média de mortes atinge novo pico após 19 dias

Brasil registrado 61 novas mortes devido ao covid-19 nas últimas 24 horas. É isso A média móvel ficou em 45 e voltou à tendência de alta após 19 dias. A informação é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte.

Hoje o indicador mudou 18% em relação a 14 dias atrás. Quando o número está acima de 15%, indica um mercado em alta; abaixo de -15% significa uma diminuição. E entre 15% e -15% sinaliza estabilidade.

A média móvel é calculada pela média dos eventos dos últimos sete dias. O indicador é considerado por especialistas como a forma mais eficaz de medir o desenvolvimento da doença.

Três regiões seguem a tendência nacional de alta na média móvel de óbitos: Centro-Oeste (82%), Nordeste (104%) e Norte (140%). Outros dois estão estáveis: Sudeste (-2%) e Sul (9%).

Alagoas, Amapá, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Sergipe não registraram nenhuma morte nesta segunda-feira (21). Ceará, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Tocantins não divulgaram hoje dados de casos e óbitos.

O Acre só publica o Boletim com informações de casos e óbitos às sextas-feiras, enquanto o Piauí só disponibiliza os dados às terças-feiras. Desde o início da pandemia 689.064 mortes em decorrência da doença no país.

Além disso, o Brasil registrou nas últimas 24 horas 1.879 novos casos conhecidos doença. No geral eles são 35.066.199 testes positivos relatados desde março de 2020.

A média móvel de casos foi de 14.971 e segue em Tendência de alta pelo 11º dia consecutivo🇧🇷 O índice teve variação de 240% em relação a 14 dias atrás.

Todas as regiões seguem a tendência nacional de alta na média móvel de casos: Centro-Oeste (36%), Nordeste (369%), Norte (133%), Sudeste (502%) e Sul (281%).

Veja a situação da média móvel de óbitos por estado e distrito federal

região sudeste

  • Espírito Santo: alto (100%)
  • Minas Gerais: Estabilidade (-13%)
  • Rio de Janeiro: Dados não atualizados hoje
  • São Paulo: Estabilidade (-10%)

Região Norte

  • Acre: dados não atualizados hoje
  • Amapá: Estabilidade (0%)
  • Rondônia: Dados não atualizados hoje
  • Roraima: Estabilidade (0%)
  • Tocantins: Dados não atualizados hoje

Região Nordeste

  • Alagoas: Estabilidade (0%)
  • Ceará: não atualizou os dados hoje
  • Maranhão: Estabilidade (0%)
  • Paraíba: Estabilidade (0%)
  • Piauí: não divulgou dados hoje
  • Rio Grande do Norte: não divulgou dados hoje

Meio Oeste

  • Distrito Federal: Estabilidade (0%)
  • Mato Grosso do Sul: Dados não atualizados hoje

Região Sul

  • Paraná: Estabilidade (11%)
  • Rio Grande do Sul: Estabilidade (-8%)
  • Santa Catarina: Dados não atualizados hoje

dados do governo

O Brasil registrou 111 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim (21) divulgado hoje pelo Ministério da Saúde. Desde o início da pandemia, a doença já causou 689.039 mortes em todo o país.

Segundo dados da pasta, foram 23.760 casos confirmados de Covid-19 no Brasil entre ontem e hoje, elevando o total de infectados para 35.035.294 desde março de 2020.

Veículos se reúnem para informações

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de Covid-19, a mídia UOLO Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, g1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar em conjunto e coletar as informações necessárias diretamente das secretarias estaduais de saúde dos 27 entes da federação.

O governo federal, por meio da Secretaria de Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas a postura das autoridades e do presidente mesmo durante a pandemia colocou em dúvida a disponibilidade dos dados e sua veracidade.

Leave a Comment