Menina de 12 anos desaparecida é encontrada em Fortaleza

A adolescente Luana Sousa Lemos, de 12 anos, desaparecida há três dias, foi encontrada na manhã deste sábado, dia 19, e está aos cuidados da família. Não foram divulgadas maiores informações sobre o paradeiro da menina durante o período.

Luana foi vista pela última vez no bairro São João do Tauape, em Fortaleza, na última quarta-feira, dia 16. A menina havia saído de casa para ir à escola, mas não frequentava a instituição de ensino.

A família chegou a postar uma foto de Luana para que as pessoas compartilhassem e ligassem para a polícia com informações que ajudariam a localizá-la.

Inscreva-se no O POVO+

Tenha acesso a todo conteúdo exclusivo, colunistas, acesso ilimitado e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além da jovem, também foi encontrado neste sábado outro adolescente de 15 anos, que também estava desaparecido no mesmo bairro desde a última quarta-feira, dia 16. O caso também foi confirmado pela 12ª DHPP.

Desaparecer

Em menos de uma semana, quatro adolescentes desapareceram em Fortaleza. O primeiro caso desse tipo ocorreu no distrito de Barroso. O menino Cledson Lima de Sousa, de 12 anos, desapareceu enquanto brincava na rua de sua própria casa no último domingo, 13.

Porém, no dia 16 ele foi encontrado morto em um canal da região. No dia seguinte, quinta-feira, 17, uma menina, também de 12 anos, desapareceu no mesmo bairro, mas foi encontrada no mesmo dia. Os outros dois casos registrados foram Luana e a adolescente de 15 anos que foram encontradas neste sábado.

AS PESSOAS entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Ceará (SSPDS) por e-mail neste sábado, 19, perguntando se os dois adolescentes, de 12 e 15 anos, foram encontrados juntos e em qual região.

A Polícia Civil do Ceará (PC-CE) informou apenas em nota que as meninas desaparecidas “voltaram para casa”. O corpo não detalhou a ligação entre os dois nem informou onde foram encontrados.

Ainda segundo a polícia, a ocorrência foi registrada em Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Combate à Exploração de Crianças e Jovens (Dceca) e encaminhado à 12ª DHPP, unidade da Polícia Civil responsável pela investigação de desaparecimentos forçados.

Dúvidas, críticas e sugestões? fale Conosco

palavras-chave

Leave a Comment