Netflix apoiará comunidade indígena, afro, migrante e LGBTIQ+ na Colômbia

Netflix fará parte da profissionalização de jovens entre 18 e 30 anos (Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo)
Netflix fará parte da profissionalização de jovens entre 18 e 30 anos (Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo)

1.500 jovens entre 18 e 30 anos serão capacitados em produção audiovisual da mao de Netflix, BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e o Ministério da Cultura da Colômbia. A seleção de beneficiários se concentrará em mulheres, pessoas de povos indígenas, comunidades afrodescendentes, migrantes e comunidade LGBTIQ+.

Este dia foi anunciada a notícia, no âmbito do Festival Internacional de Cinema de Cartagena das Índias -FICCI. O projeto que apoiará e capacitará jovens vulneráveis ​​para acessar oportunidades de crescimento na indústria audiovisual se chamará ‘Caixa de areia audiovisual’.

O programa buscará seus beneficiários em Chocó, Caquetá, Sucre, Cauca, San Andrés e Cundinamarcacom o objetivo de profissionalizar e ter um futuro de destaque na indústria de produção audiovisual, que vem crescendo na região.

“O programa ‘Audiovisual Sandbox’ nos permitirá continuar gerando oportunidades para nossos jovens através das indústrias culturais e criativas”, disse a Ministra da Cultura, Angélica Mayolo Obregón.

Jovens da Colômbia aprenderão produção com a Netflix (Foto: Netflix)
Jovens da Colômbia aprenderão produção com a Netflix (Foto: Netflix)

Este programa irá cinco estágios. A primeira delas será avançada no mês de julho. Lá, espera-se motivar 1.500 jovens por meio de histórias de sucesso de pessoas que se destacam nos ofícios que existem nos bastidores.

Após a seleção será feita cursos virtuais curtos e intensivos focado em habilidades técnicas para cargos de nível de entrada e habilidades transversais do século XXI. Lá, espera-se impactar 750 jovens.

De mãos dadas com a Netflix, outras produtoras internacionais e profissionais locais, a terceira fase. Será oferecido formação prática e estágios para 100 jovens em produções filmadas na Colômbia.

Netflix é uma das plataformas de streaming mais populares (Foto: EFE/Sedat Suna)
Netflix é uma das plataformas de streaming mais populares (Foto: EFE/Sedat Suna)

No reta final, os principais atores da indústria audiovisual acompanharão os jovens para se conectarem com oportunidades de entrar na crescente indústria do país. Por fim, será avaliado o impacto do projeto em termos de aprendizagem e empregabilidade.

See also  'Até nos encontrarmos novamente' da Netflix: É verdade que a palavra adeus não existe em quéchua?

O BID destacou que isso faz parte das ações que estão realizando para reativar a economia da América Latina e do Caribe. “Estamos promovendo o investimento no desenvolvimento de talentos com oportunidades inclusivas, como o projeto ‘Sandbox-Audiovisual’, que busca tornar os jovens protagonistas do desenvolvimento produtivo e da transformação cultural na Colômbia”, disse Mercedes Mateo, chefe da Divisão Audiovisual do BID Educação.

Ao mesmo tempo, buscam aproveitar o boom audiovisual e a promoção da identidade cultural da Colômbia. Com o talento que emerge do projeto, eles querem que haja cargos que permitir que os jovens iniciem uma carreira técnica em audiovisual, nas áreas de produção, iluminação, som, maquiagem, figurino, entre outros ofícios.

Netflix vai apoiar a profissionalização de jovens na produção (Foto: EP)
Netflix vai apoiar a profissionalização de jovens na produção (Foto: EP)

“E eles estão quase 6 mil empregos diretos, sem incluir extras ou extras, que já foram gerados na Colômbia pelos 42 projetos, entre filmes, séries e reality shows, que receberam os Certificados de Investimento Audiovisual (CINA), um estímulo econômico criado pelo Governo para incentivar a chegada ao país de produtoras como Netflix, que já deixaram o país com investimentos de mais de um bilhão de pesos. Hotéis, restaurantes, transportes, entre outros setores, também se beneficiam dessas produções”.

A Netflix, por sua vez, destacou que presenciou como o BID identificou em a indústria audiovisual uma oportunidade para reativar e desenvolver a economia de países da América Latina.

Ele garantiu que eles também estão procurando contribuir para o desenvolvimento, contando com equipes qualificadas para a execução dos projetos. “O sucesso da indústria depende dessa formação e da formação do capital humano”, disse Alejandra Serna, vice-presidente de produção da Netflix para LATAM e Brasil.

See also  Assista 'Jujutsu Kaisen 0' (grátis) streaming online Aqui está o filme completo ~ em casa - ant777.club

O programa foi elaborado com perspectiva de gênero, buscando promover oportunidades educacionais e de emprego para as mulheres, para ajudar a reduzir as lacunas no sector audiovisual. Eles também serão convidados a participar jovens em situação de vulnerabilidade, pessoas da comunidade afrodescendente, indígenas e migrantes.

CONTINUAR LENDO

Assim são os novos emojis da Apple
O telescópio James Webb tira sua primeira foto de uma estrela que é completamente clara.
Três dicas de Bill Gates para melhorar o desempenho do escritório

Leave a Comment

x