Notícias da ADVFN | Petrobras: Arthur Lira convocará reunião de executivos na próxima segunda-feira para discutir política de preços da empresa

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou nesta quinta-feira, 16, que convocará uma reunião de Chefes de Estado e de Governo na próxima segunda-feira, 20, para discutir a política de preços da Petrobras. No Twitter, o parlamentar levantou a voz contra a estatal, chamando a empresa de “país independente” e dizendo que a empresa havia declarado guerra ao povo brasileiro.

“A República Federativa da Petrobras, país independente e em estado de guerra declarado contra o Brasil e o povo brasileiro, parece ter anunciado o bombardeio de um novo aumento de combustível”, escreveu o presidente da Câmara na rede social. sobre um possível aumento dos preços dos combustíveis, na sequência de uma reunião do conselho de administração da estatal hoje.

Lira tem levantado consistentemente o tom das críticas à Petrobras. O presidente da Câmara começou a defender a privatização da empresa e já sugeriu que o governo venda ações da estatal para que o sindicato deixe de ser o acionista majoritário. “Enquanto buscamos amenizar o drama dos mais vulneráveis ​​nesta crise global sem precedentes, a estatal brasileira com função social atua como amiga dos lucros bilionários e inimiga do Brasil”, acrescentou Lira no Twitter.

“Na segunda-feira, vou convocar uma reunião executiva para discutir a política de preços da Petrobras. Política Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4), que pertence ao Brasil e não à diretoria da Petrobras”, alertou o presidente da Câmara.

Hoje o presidente Jair Bolsonaro (PL), cujo aliado é Lira, disse em transmissão ao vivo nas redes sociais que espera que a Petrobras não aumente os preços dos combustíveis. “Só consigo entender que um reajuste da Petrobras agora atingiria um interesse político do governo federal”, disse o presidente.

Hoje, o presidente da empresa, Márcio Weber, convocou uma reunião extraordinária que pegou de surpresa a alta direção da estatal. Segundo fontes ouvidas pela Broadcast, o conselho de administração da empresa deve decidir aumentar os preços dos combustíveis depois de entender que o conselho não pode intervir. Ainda não está claro se o conselho avançará com o plano de ajuste no final desta semana ou na próxima semana.

See also  onde ver lineups e desfalques

O governo tentou convencer o presidente cessante da Petrobras, José Mauro Coelho, a segurar os preços para que o teto do ICMS, aprovado no Congresso ontem com apoio do Palácio do Planalto, pudesse ter algum efeito nas bombas dos postos.

Informações governamentais

Leave a Comment

x