Novo PS Plus: Confira 10 jogos indie para curtir no plano Extra | jogos

O novo PS Plus foi apresentado na última segunda-feira (13) no Brasil. A mudança adicionou dois novos níveis de assinatura, colocando o serviço como uma alternativa direta ao Xbox Game Pass no mercado doméstico. Com a mudança, o PS Plus agora oferece um catálogo diversificado de jogos para seus assinantes em seus planos Extra e Deluxe, incluindo alguns títulos independentes de sucesso como Hollow Knight, Celeste e Dead Cells. Nesse sentido, o TechTudo compilou uma lista de 10 jogos independentes para você aproveitar no novo catálogo PS Plus. Veja abaixo:

🎮 10 jogos indie famosos que você não conhecia

Greedfall é um RPG indie com gráficos impressionantes disponíveis nos planos PS Plus Extra e Deluxe — Foto: Divulgação/Steam

👉 Qual é o seu jogo indie favorito? Comente no fórum do TechTudo

Dead Cells é um jogo de ação e aventura originalmente disponível para PC, PlayStation 4 (PS4), Xbox One e Nintendo Switch. Inspirado abertamente em Castlevania, o jogo é estrelado por um guerreiro sem nome formado a partir das células de suas versões anteriormente mortas. O título combina a premissa com uma mecânica de jogo onde é possível aprimorar habilidades toda vez que o jogador morre, tornando-o um jogo do gênero Metroidvania (a união de Metroid e Castlevania) com um toque roguelike. As cartas mudam de forma processual, mas nem tudo capturado nessa “corrida” é perdido. Em termos de aparência, Dead Cells lembra muito os jogos retrô.

Dead Cells é um jogo muito difícil com mecânica roguelike e conteúdo gerado proceduralmente — Foto: Reprodução/Steam

Celeste é um jogo de aventura 2D que conta a história de uma garota chamada Madeline em sua jornada montanha acima. Apesar da premissa simples, o jogo se aprofunda nos demônios de Madeline, lidando com questões como ansiedade, depressão e a necessidade de provar seu valor por nada. Além disso, a jogabilidade é bastante desafiadora, tornando Celeste uma boa pedida para quem gosta de jogos difíceis.

Madeline é a protagonista do jogo Celeste, no qual ela embarca em uma árdua jornada para escalar uma montanha — Foto: Reprodução/Steam

Child of Light é um RPG baseado em turnos da Ubisoft. O jogo apresenta um visual requintado e jogabilidade inspirada em clássicos do gênero. Vale ressaltar que um dos envolvidos na produção de Child of the Light é Yoshitaka Amano, o artista responsável pelos gráficos dos jogos da série Final Fantasy. Apesar de clichê, o enredo do jogo é muito funcional.

O jogador controla uma princesa em uma missão para salvar o mundo enquanto luta contra as forças do mal. O universo do jogo é vivo e conta com diversas criaturas que ajudarão a protagonista em sua missão. Child of the Light foi lançado em 2014 para PS4, PlayStation 3 (PS3), Xbox One e Xbox 360.

Dandara é um título do estúdio brasileiro Long Hat House e conta uma história inspirada em um personagem real com o mesmo nome do jogo: a esposa de Zumbi dos Palmares, personagem conhecido da história brasileira. O jogo oferece características de ficção científica, bem como uma jogabilidade única onde o protagonista se move pulando. Portanto, os desafios de cada parte dos mapas são baseados nessa mecânica. Dandara foi indicado ao prêmio de Melhor Jogo Brasileiro no BIG Festival 2016 e atualmente está disponível para celulares PC, PS4, Xbox One, Nintendo Switch, Android e iPhone (iOS), além do PS Plus.

Dandara usa movimentos de salto para permitir uma jogabilidade diferenciada — Foto: Divulgação / Long Hat House

Greedfall é um RPG de ação desenvolvido pelo estúdio francês Spiders e lançado em 2017. Está disponível para PS4, Xbox One e PC, bem como PS5 através do PS Plus. O jogo tem claras inspirações de franquias mais famosas como Dragon Age e The Witcher e por isso algumas mecânicas desses títulos também aparecem em Greedfall.

Greedfall traz um mundo clássico de RPG e é inspirado em franquias como The Witcher e Dragon Age — Foto: Divulgação/Steam

Embora lançado sob o guarda-chuva da Bandai Namco em 2017, Little Nightmares é um jogo independente. O título mistura mecânicas de plataforma com quebra-cabeças muito bem elaborados. O jogador controla Six, uma menina de nove anos que é sequestrada e levada para um lugar estranho chamado The Maw.

Lá, enormes criaturas parecidas com humanos querem devorá-los. Dessa forma, o jogador deve percorrer secretamente os ambientes enquanto tenta descobrir o que está acontecendo ao seu redor. Little Nightmares também está disponível para PS4, PC, Nintendo Switch e Xbox One.

Em Little Nightmares, o protagonista Six deve usar furtividade para evitar os perigos de The Maw. — Foto: Divulgação

Hollow Knight foi lançado em 2017 e, desde o momento em que chegou, foi aclamado pela crítica e pelo público. O jogo adota um estilo Metroidvania, ou seja, um jogo 2D sidescrolling em que o jogador tem pouca orientação para se movimentar pelos mapas e depende de desbloquear certas habilidades para acessar determinadas áreas.

A história começa quando um pequeno cavaleiro inseto chega à cidade de Hallownest, onde os moradores, que também são insetos, estão se comportando de forma estranha e agressiva sem motivo aparente. Então cabe a ele se aventurar nas áreas subterrâneas do local para descobrir o que aconteceu.

Hollow Knight é um Metroidvania de alta dificuldade, principalmente para quem quer pegar 114% — Foto: Divulgação/Steam

O jogo é conhecido por seu alto nível de dificuldade, principalmente para jogadores que desejam completar 114% do jogo. Com mais de 40 chefes, direção de arte primorosa e dezenas de horas de conteúdo, o título Team Cherry é uma excelente opção para quem assina os planos PS Plus Extra e Deluxe. Além dos consoles PlayStation, o jogo também pode ser jogado no Xbox One, Series X/S via Game Pass, Nintendo Switch e PCs.

See also  UFC: Thiago Moisés aborda Christos Giagos: "Vou buscar a vitória do início ao fim" | Batalha

Cris Tales é um JPG em que a protagonista é Crisbell, uma garota órfã que, após conhecer um sapo falante e abrir um cristal do tempo, acaba se tornando uma maga do tempo. Portanto, cabe a ela impedir que as forças inimigas desencadeiem um cataclismo que pode destruir não apenas sua cidade natal, mas todos os reinos.

Cris Tales é um RPG independente criativo inspirado em clássicos e com elementos de viagem no tempo — Foto: Reprodução/Steam

A mecânica do jogo lida com três linhas do tempo distintas nas quais a protagonista pode ver o passado, presente e futuro dos lugares que percorre e tomar decisões narrativas com base no que descobre. Com uma história emocionante e personagens cativantes, Cris Tale também é uma boa opção indie entre os novos jogos disponíveis no PS Plus. Além do PlayStation, o jogo está disponível nos consoles Xbox e também faz parte do Game Pass, Nintendo Switch e PC.

Lançado em 2018 para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch, The Messenger é um jogo de plataforma 2D claramente inspirado em Ninja Gaiden. A jogabilidade é simples, mas divertida, pois o jogador precisa progredir pelos estágios enquanto corta os inimigos com sua espada. Tudo isso em um visual lindo que alterna entre 8 e 16 bits.

Quanto ao enredo, O Mensageiro traz uma conhecida história sobre um ninja que enfrenta forças do mal e quer evitar a destruição de sua vila. A história até se esforça para inovar às vezes, mas o jogo é muito divertido na jogabilidade.

Além de uma história excelente, Valiant Hearts: The Great War também oferece jogabilidade emocionante — Foto: Divulgação/Ubisoft

Originalmente lançado para PC e Android, Valiant Hearts: The Great War é um jogo de aventura com jogabilidade que mistura elementos de quebra-cabeça com um tema de guerra. Tudo isso em um visual criativo e fora do padrão. Apesar de ser um assunto muitas vezes violento e triste, Valiant Hearts exige que os jogadores resolvam os problemas de forma inteligente. Além do Ps Plus, está atualmente disponível para PS4 e Xbox One.

com informações de vapor, PlayStation

Leave a Comment

x