O juiz está pedindo ao governo dos EUA orientação sobre se deve buscar a pena de morte para o atirador de Buffalo

Um juiz federal dos Estados Unidos pediu na quinta-feira que o governo Joe Biden comente rapidamente se pretende buscar a pena de morte contra o jovem supremacista branco que matou 10 negros em uma loja de conveniência de Buffalo em maio.

Payton Gendron, 18, que foi acusado ontem de um “crime racista” pelos juízes federais, fez sua primeira aparição perante o juiz Kenneth Schroeder em um tribunal federal em Buffalo, Nova York, na quinta-feira.

Durante essa audiência, ele disse que estava desempregado e tinha apenas US$ 16 em sua conta bancária e pediu aconselhamento jurídico.

Inscreva-se no POVO+

Tenha acesso a todo conteúdo exclusivo, colunistas, acesso ilimitado e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O magistrado concedeu-lhe os serviços de um defensor público, observando que seu caso poderia custar caro aos contribuintes.

“Quando a pena de morte é possível, os advogados de defesa têm uma responsabilidade ainda maior” e em breve precisarão de perícias, principalmente psiquiátricas e digitais, explicou.

“Espero que o Departamento de Justiça tome uma decisão rápida sobre este assunto para que possamos saber o mais rápido possível se pretende buscar a pena de morte e qual orçamento pretende alocar”, continuou o juiz Schroeder.

Um promotor federal respondeu que a decisão do procurador-geral Merrick Garland seria tomada “depois de um processo rigoroso, justo e rápido”.

No dia anterior, Garland deixou essa opção em aberto, dizendo que consultaria “as famílias das vítimas” antes de tomar uma decisão.

No entanto, Biden prometeu durante sua campanha trabalhar para abolir a pena de morte federal, e seu procurador-geral impôs uma moratória às execuções federais logo após a eleição.

Gendron também enfrenta acusações de “terrorismo doméstico” e “assassinato” no tribunal estadual de Nova York, que aboliu a pena de morte em 2004.

See also  compLexity Gaming vs Team Liquid – PGL Major Antuérpia 2022 – Prognóstico 11/05/2022

Em 14 de maio, após meses de preparação, o jovem foi a um supermercado armado com um fuzil semiautomático e uma câmera, com a qual filmou suas ações e transmitiu tudo ao vivo pela Internet.

No estacionamento e dentro da loja, ele atirou em clientes e funcionários, matando 10 pessoas e ferindo outras três, quase todas negras.

Sua motivação “era impedir que os negros substituíssem os brancos… e inspirar ataques semelhantes”, de acordo com a acusação federal, que se refere a uma teoria da conspiração que está em alta entre os supremacistas brancos.

chp/dax/dg/dga/ic

Dúvidas, críticas e sugestões? fale Conosco

palavras-chave

Leave a Comment

x