O presidente italiano homenageia as vítimas da pandemia de Covid-19

ROMA, 18 DE MARÇO (ANSA) – O presidente da Itália, Sergio Mattarella, prestou nesta sexta-feira (18) uma homenagem às pessoas que morreram no país devido ao novo coronavírus, por ocasião do feriado nacional em comemoração às vítimas da pandemia.

Em 18 de março de 2020, a Itália viu uma das imagens mais marcantes da pandemia no país: a fila de caminhões do exército transportando os corpos das vítimas em Bérgamo, um dos epicentros da crise, para crematórios e cemitérios em outras regiões.

O “Dia Nacional em Memória das Vítimas do Novo Coronavírus” inclui um minuto de silêncio para comemorar os mortos pela doença, enquanto as estações públicas de rádio e televisão devem dar “espaço adequado” para cobrir a data.

“18 de março de 2020 será lembrado pelos italianos. Uma imagem, a dos veículos militares que transportam as vítimas de um vírus até então desconhecido para Bérgamo, continha a tragédia de toda a pandemia. Toda a comunidade nacional reconhece a dor das famílias”, disse Mattarella.

Além daqueles que morreram do vírus, o chefe de Estado italiano afirmou que os profissionais de saúde, voluntários e cientistas também devem ser lembrados por seus esforços.

“Neste dia simbólico temos a oportunidade de recordar muitas pessoas que já não estão aqui, mas também aquelas que ajudaram a proteger a saúde de todos e fizeram funcionar serviços essenciais, como médicos, cientistas, enfermeiros, militares, polícias e mulheres e homens. da protecção civil”, acrescentou o Presidente italiano.

Mattarella também partilhou que o país europeu está “fortemente empenhado” em garantir uma renovação da vida da população, mas “sem esquecer a lição de tudo o que aconteceu”. O presidente encerrou seu discurso destacando o “espírito de sacrifício” da nação.

Na última quinta-feira (17), a Itália registrou mais 79.895 casos e 128 mortes por Covid-19, segundo o Boletim do Ministério da Saúde, elevando infecções para 13.645.834 e vítimas da pandemia para 157.442.

Além disso, o governo local anunciou a flexibilização dos regulamentos de saúde e o cronograma para o período de transição pós-emergência, que terminará em 31 de março após dois anos e dois meses. (ANSA).




Saber mais

+ Versão alemã: Esposa de funcionário que agrediu morador de rua diz “vi a imagem de Deus”

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta

+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave carne de frango crua


Leave a Comment