os 7 titulares com passado na Europa

Este domingo, com o Estádio Monumental de Núñez como palco, River Plate e Boca Juniors se encontrarão cara a cara sob a órbita de uma nova edição do Superclássico do futebol argentino. Um jogo que não só paralisa o coração dos adeptos destas equipas mas também de todos os amantes do desporto mais belo de todos.

É que o Superclássico da Argentina é considerado por muitos como o evento esportivo que absolutamente ninguém deve perder antes de morrer. É seguido de perto em todo o mundo e isso se reflete toda vez que os rostos são vistos. Mesmo muitas pessoas viajam milhas e milhas especialmente para ver esse compromisso.

Nesta ocasião, os comandados estrategicamente por Marcelo Gallardo e Sebastian Battaglia Eles vão colidir para uma nova data da Copa da Liga Profissional Argentina. Um jogo que, apesar de não ser decisivo, acontecerá em meio a uma verdadeira multidão de torcedores do River, que já esgotaram todos os ingressos disponíveis.

Neste contexto, ambos os treinadores confirmaram as escalações várias horas antes do pontapé de saída, algo que chamou a atenção de locais e desconhecidos. E, tomando como referência os 22 jogadores que serão titulares, revisamos aqueles nomes próprios que têm passado no velho continente. São sete: dois no River e cinco no Boca.

Os sete titulares com passado na Europa

Leandro Gonzalez Pirez

Leandro González Pirez, defesa-central da equipa de Marcelo Gallardo, que vai substituir o lesionado Héctor David Martínez, é um dos dois titulares do Milionário que tem passado nas competições europeias. Entre 2013 e 2014 defendeu as cores do Gent de Belgium.

Enzo Perez

A outra manchete do River neste domingo que tem experiência no continente europeu é nada mais nada menos que Enzo Pérez, uma de suas principais referências atuais. O talentoso médio soube defender as camisolas do Benfica (Portugal) e do Valência (Espanha).

Luis Advincula

No Boca haverá mais titulares com passado na Europa e o primeiro deles é Luis Advíncula, um rápido lateral-direito peruano que estará lá desde o início. O internacional com a seleção inca jogou no Hoffenheim (Alemanha), Vitória Setúbal (Portugal), Bursaspor (Turquia) e Rayo Vallecano (Espanha).

Carlos Zambrano

Carlos Zambrano, que será titular devido à lesão de Carlos Izquierdoz, é compatriota de Luis Advíncula e também estará no Estádio Monumental desde o início. O peruano jogou pelo Schalke 04 (Alemanha), RasenBallsport Leipzig (Alemanha), Eintracht Frankfurt (Alemanha), Rubin Kazan (Rússia), PAOK Thessaloniki (Grécia), Dinamo kyiv (Ucrânia) e Basel (Suíça).

molduras vermelhas

Sim, três dos quatro integrantes da defesa do Boca no estádio do River têm passado europeu e o terceiro protagonista dessa realidade é o renomado Marcos Rojo. O jogador da Copa do Mundo com a Seleção Argentina soube atuar no Spartak Moscou (Rússia), Sporting Lisboa (Portugal) e Manchester United (Inglaterra).

Juan Ramírez

Juan Edgardo Ramírez já vestiu várias camisas ao longo de sua carreira como jogador de futebol profissional e uma delas tem a ver com o velho continente. É uma passagem solitária e limitada pela modesta Almería da Espanha, onde jogou apenas 16 jogos.

Darius Benedetto

Finalmente, uma das principais referências do atual elenco do Boca. Darío Benedetto, seu atacante, representou dois times europeus depois de deixar o Xeneize em 2019: Olympique de Marseille na França e Elche na Espanha.

Leave a Comment