Pai que matou bebê engasgado é preso em flagrante no Mato Grosso

Um pai suspeito de matar o próprio filho de apenas um ano e oito meses no município de Primavera do Leste (231 km ao sul de Cuiabá) foi preso em flagrante pela polícia civil na segunda-feira (21). ser incluído na UPA da enfermaria, onde foi confirmada sua morte.

A investigação começou pela manhã, quando a polícia à paisana foi chamada após a morte da criança. Segundo a equipe médica da UPA, os pais chegaram à unidade com o menino por volta das 6h50 sem sinais de agressão aparente, e a morte da criança foi confirmada durante o atendimento.

Os pais foram levados à delegacia pela Polícia Militar para esclarecimentos. Diante dos fatos, a equipe da Delegacia de Crimes Gerais e Delegacia de Homicídios de Primavera do Leste iniciou a investigação dos fatos e se deslocou até a casa do casal onde ocorreram os fatos.

Falando com o pai do menino, o suspeito apresentou a versão de que deu mamadeira ao filho por volta das 3h30 e depois o colocou em um berço improvisado ao lado da cama do casal. Ele então colocou a criança na cama e carregou seu celular em uma tomada ao lado do berço.

Quando o casal acordou cedo para levar o menino para a creche, encontraram o filho com o carregador do celular enrolado no pescoço. Nesse momento, o suspeito teria desenrolado o fio e confirmado que a boca da criança estava roxa, sem respirar e sem pulso. , e iniciou-se o processo de reanimação do filho, que foi então encaminhado à UPA.

Diante do cenário apresentado, o delegado Allan Vitor de Souza Mata acionou a equipe da Politec, que realizou uma análise preliminar do corpo da vítima e constatou que havia sinais de lesão na parte interna dos lábios, evidenciando que alguém havia tentado esconder o corpo da criança. boca.

See also  Tiro mata pelo menos 10 nos EUA; FBI está investigando motivação racial

Em conversa com a equipe médica da Politec de Rondonópolis que realizou a autópsia, foi relatado que a vítima apresentava sinais de asfixia por obstrução das vias aéreas e lesões na parte interna da cabeça e sangramento no cérebro, possivelmente causados ​​por instrumento contundente ou drasticamente movimentos suprimidos da cabeça da vítima.

A mãe da criança também foi ouvida e disse não ter percebido nada, mas relatou ter visto o marido na sala alimentando a criança durante a noite e ainda no momento em que estava colocando a criança no berço e foi dormir.

Com base no que foi apresentado, o Delegado Allan Vitor identificou o suspeito e o ato foi registrado pelo Delegado de Plantão, Honório Gonçalves dos Anjos Neto.

“As provas encontradas derrubaram a versão apresentada pelo suspeito e ele foi preso em flagrante pelo crime de homicídio qualificado”, disse o delegado Allan.

Participe do grupo do Whatsapp e receba novidades sobre as informações mais importantes do dia em nossa região. Clique aqui!

Leia também em Mato Grosso:

Leave a Comment

x