Portal UFC – Universidade Federal do Ceará

QUE Grupo de Pesquisa Competência e Mediação em Ambientes de Informação (CMAI)filiada à Faculdade de Ciências da Informação da Universidade Federal do Ceará, foi selecionada para integrar o Programa de Combate à Desinformação (PCD)a partir de Tribunal de Justiça Federal (STF). Nesta quarta-feira (18), a partir das 11h30, a agência fará uma cerimônia em Brasília para mostrar as parcerias do programa.

Na ocasião, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, assinarão acordo de cooperação para uma acção conjunta a favor da democracia. Haverá transmissão ao vivo no canal do STF no YouTube.

Imagem: Professores Gabriela Belmont de Farias, Luiz Tadeu Feitosa e Maria Giovanna Guedes Farias, do Grupo de Pesquisa Competência e Mediação em Ambientes de Informação (Foto: Ribamar Neto/UFC)

Na tarde de quarta-feira (18) e durante toda quinta-feira (19) haverá discussões com parceiros, que também serão transmitidas pelo YouTube. O UFC estará presente no evento organizado pelo Prof. Luiz Tadeu Feitosa, que participará do painel desta quinta-feira “Contribuição das Universidades para a Preservação da Democracia”. Veja o programa completo.

Feitosa é um dos integrantes do grupo selecionado, ao lado das professoras Gabriela Belmont de Farias e Maria Giovanna Guedes Farias, também do DCINF/UFC. Os dois professores lideram o grupo, que reúne diversos pesquisadores, professores e alunos brasileiros das áreas de biblioteconomia e ciência da informação.

O programa do STF de combate à desinformação foi lançado em agosto de 2021. Em novembro, o painel lançou um convite oficial a instituições de ensino superior e incentivou grupos de pesquisa a apresentarem ideias de parcerias com o tribunal. A corte então selecionou o CMAI/UFC. Todo o processo ocorreu por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Também foram realizadas reuniões com a equipe responsável pela comunicação do STF.

See also  Saiba tudo sobre o fenômeno Eclipse da Lua de Sangue que acontecerá neste domingo (15)

CONTRIBUIÇÕES ‒ Por meio de pesquisas e ações, o CMAI busca: uma investigação sistemática de fenômenos de desinformação e suas correntes na internet e nas redes sociais, baseados entre outras coisas em temas conceituais como desinformação, fake news e pós-verdade.

As ações que o grupo pretende realizar em parceria com o STF incluem estudos teóricos e metodológicos sobre temas como: fontes de informação geral, suas características de informação, aspectos de confiabilidade e formas de uso; educação para a mídia e linguagens da mídia; literacia da informação; Promoção de palestras e eventos sobre o tema. Também está previsto um projeto de expansão da produção e gestão da informação no combate à desinformação.

“Foi um prazer para o CMAI saber que o STF reconheceu nossa capacidade de contribuir para o alcance das metas e ações do programa. O desafio do CMAI é dinamizar a pesquisa que vem sendo realizada em um contexto mais amplo e atinge a sociedade em geral”, enfatiza a Profa. Gabriela Farias.

SOBRE O PROGRAMA ‒ Lançado em agosto de 2021 pelo Presidente do Tribunal, Ministro Luiz Fux, o Programa STF de Combate à Desinformação (PCD) tem como principais parceiros o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), universidades públicas, organizações de classe, associações da sociedade civil organizada e -up oops outros. De acordo com a resolução que criou o programa, o objetivo é “combater o impacto negativo causado pela desinformação e narrativas odiosas sobre a imagem e a credibilidade da instituição, de seus membros e do judiciário por meio de estratégias adequadas e democráticas para que mantenham a projeção da liberdade de comunicação pelo Tribunal”.

Origens: Professora Giovanna Guedes ‒ E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você precisa habilitar o JavaScript para visualizá-lo.; Profa. Gabriela Farias ‒ E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você precisa habilitar o JavaScript para visualizá-lo.Responsável pelo Grupo de Investigação Competência e Mediação em Ambientes de Informação (CMAI)

Leave a Comment

x