Pouco depois de se assumir bissexual, Richarlyson é alvo de ataques LGBT-fóbicos ao vivo na banda; ver

Poucas horas depois de se abrir sobre sua bissexualidade no podcast In the Locker Room, Richarlyson já era alvo de ataques LGBTQIA+fóbicos. Durante o show da banda paranaense “Vida Alheia”, o comentarista Ender Love fez declarações extremamente problemáticas sobre o ex-atleta.

Essa história bissexual aí é pelo menos bicha! Pare Richardson!‘, começou o moderador. Ao som de “I’ll Survive”, de Gloria Gaynor, Ender também disse que não acredita na existência da bissexualidade em geral – embora não tenha entrado em detalhes sobre o assunto.

Após o comentário bifóbico deslegitimando essa orientação sexual, o apresentador ainda fez algumas “piadas” de mau gosto sobre Richarlyson. “Imagine ele no vestiário, o trabalho que ele não podia dar‘, ele tentou jogar. “Richarlyson diz que não é gay, ele é bissexual. Produção, isso é uma piada, certo? Acho que isso é fake news!— ele desabafou outra vez.

Não contente em apenas atacar o jogador, o comentarista da banda também comentou sobre o São Paulo, time pelo qual Richarlyson foi multicampeão. “Ele é de São Paulo, certo? A única torcida no Brasil que não briga é São Paulo porque ao invés de brigar continuam vendendo Mary Kay, Jequiti e Avon nas arquibancadas.– ele disse entre risos.

Ver:

O momento gerou revolta nas redes sociais, com internautas apontando os problemas com a fala de Ender e pedindo à emissora que transmitiu o programa um posicionamento contundente. “Qual será sua posição se tornar o que seu funcionário será Fim amorDisse Banda Paraná (TV Band Curitiba)?‘, perguntou Jup do Bairro. “É triste quando vemos um de “nós” replicando tantos preconceitos. Esse é o resultado da fobia sistêmica LGBTQIA+ que até nos inclui‘, comentou outro internauta.

See also  Após sucesso estrondoso do Pantanal, Globo quer focar em novelas históricas

Leave a Comment

x