Prefeitura Prorroga Prazo para Taxistas Regularizarem Credenciamento em Goiânia; veja como fazer | Goiás

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram

De acordo com a SMM, os permissionários com licenças vencidas devem fazer a regularização, caso contrário a prática da atividade será penalizada. Os profissionais que não atualizarem até a data definida pagarão multa, juros e taxas retroativas.

Além disso, os trabalhadores irregulares não atendem aos critérios estabelecidos para inclusão no programa assistencial do governo federal, que prevê parcelas mensais de R$ 1.000 até dezembro para compensar o impacto do aumento dos preços dos combustíveis.

Segundo Hugo Nascimento, gerente de Gestão e Controle de Transportes Municipais da SMM, o primeiro prazo para o envio da lista de taxistas com direito ao benefício era 31 de julho. “Haverá um novo prazo. Podemos enviar entre 5 e 20 de agosto. O prazo é 11 de setembro”, explicou.

Quem estiver devendo deve procurar o Atende Fácil e apresentar cópias de documentos como B. a carteira de motorista de táxi, a vistoria do carro e uma declaração em que indique o período em que efetivamente presta o serviço de condução do veículo. Para participar, basta agendar um horário no site da agência.

Documentos necessários para a renovação da carta de condução de táxi:

  • Cópia do cartão de autorização emitido pela entidade gestora;
  • data de inspeção original do veículo emitida na inspeção pela entidade gestora;
  • Cópia do CRLV do veículo em nome do licenciado, categoria locadora, registrado no município de Goiânia, com seguro obrigatório pago (Dpvat);
  • uma cópia da carteira de habilitação da categoria b com a anotação “realizando atividade remunerada”;
  • Atestado médico de saúde física e mental emitido por profissional da Prefeitura de Goiânia ou cópia da CNH emitida no prazo máximo de 60 dias;
  • Cópia do comprovante de endereço da Prefeitura de Goiânia, emitido há até 60 dias;
  • Declaração autenticada de se são ou não empregados direta ou indiretamente pelo governo local, estadual ou federal;
  • DRSCI – Cópia da Declaração de Regularidade da Pessoa Física no INSS;
  • Certificado de regularidade da rádio-táxi ou cooperativa emitida pela SMM no caso de licenciada filiada ou cooperativa;
  • Certidão Negativa de Dívida Mobiliária Municipal emitida pela Secretaria Municipal da Fazenda;
  • Declaração do Licenciado, com firma reconhecida, do período de tempo em que efetivamente presta o serviço enquanto conduz o veículo, no mínimo 36 horas semanais em períodos intermitentes;
  • Cópia do registro comercial expedido pela Secretaria da Fazenda Municipal com endereço atualizado;
  • Cópia do certificado de treinamento e/ou atualização do táxi (caso a validade do treinamento no cartão de autorização tenha expirado);
  • Certidão de infração penal emitida pelo site do Tribunal no prazo máximo de 30 dias.
See also  Signo: Confira seu horóscopo neste domingo (14)

Para mais notícias regionais, consulte g1 Goiás.

VÍDEOS: Notícias de Goiás

Leave a Comment

x