Primeiro-ministro do Reino Unido diz que seria um ‘erro’ restaurar relações normais com a Rússia

Primeiro-ministro do Reino Unido diz que seria um 'erro' restaurar relações normais com a Rússia

Primeiro-ministro britânico Boris Johnson – AFP

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, alertou neste sábado que seria um “erro” retornar às relações normais com a Rússia, mesmo que a invasão da Ucrânia pare.

“Tentar normalizar as relações com (o presidente russo Vladimir) Putin depois, como fizemos em 2014, significaria cometer o mesmo erro novamente”, disse Johnson, referindo-se à anexação da península da Crimeia, na Ucrânia, pela Rússia.

Falando em sua conferência partidária em Blackpool, norte da Inglaterra, na presença do embaixador da Ucrânia em Londres, Vadim Pristaiko, Boris Johnson declarou que havia chegado a hora de “escolher entre a liberdade e a opressão”.

O primeiro-ministro considerou que aqueles que “pensam que seria melhor se acostumar com a tirania” estão “profundamente enganados”.

Horas antes, a secretária de Relações Exteriores britânica, Liz Truss, disse temer que as negociações de cessar-fogo entre a Rússia e a Ucrânia fossem apenas um “véu” usado pelo Kremlin para intensificar sua ofensiva.

Em entrevista ao The Times, Truss disse estar “muito cética” sobre essas negociações e considerou que a Rússia poderia usá-las para “distrair”.

“Sua invasão não está indo como planejado. Não vemos grandes retiradas de tropas russas ou propostas sérias na mesa. Os russos mentiram e continuam a mentir. Temo que as negociações sejam apenas mais uma tentativa de distrair e criar uma cortina de fumaça”, acrescentou.

O ministro estimou que quando “um país leva as negociações a sério, não bombardeia cegamente os civis no mesmo dia”.

Truss estava respondendo ao último relatório do Ministério da Defesa do Reino Unido sobre a situação na Ucrânia, divulgado no sábado, que dizia que “o Kremlin ainda não atingiu seus objetivos originais” e foi “forçado a mudar de tática”.

See also  Qual é o momento certo para resgatar o dinheiro?

Isso “provavelmente implicará no uso cego da força militar, levando a um aumento de baixas civis, destruição da infraestrutura da Ucrânia e agravamento da crise humanitária”, previu.

Ucranianos e russos realizaram várias reuniões desde 24 de fevereiro, dia em que a invasão russa começou. Esta semana as negociações aconteceram por videoconferência.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenksy, pediu neste sábado que a Rússia concorde com uma reunião para discutir a paz.


Saber mais

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com acertos de frutas

+ Vídeo: Mãe é agredida nas redes sociais por usar roupa apertada para levar o filho à escola
+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ O que se sabe sobre a Fluorona?
+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais
+ ‘Monster Ichthyosaur’ é descoberto na Colômbia

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado
+ Veja quais carros foram mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave carne de frango crua


Leave a Comment

x