Qual é a contribuição retrospectiva do INSS? Descubra e veja como é feito!

A contribuição retrospectiva do INSS pode ser a solução que os cidadãos encontram para não perderem seus direitos previdenciários. Que se por algum motivo Contribuir para a segurança social e você corre o risco de que seu prazo de pagamento também seja interrompido. Descubra quando este método é benéfico.

Qual é a contribuição retrospectiva do INSS?  Descubra e veja como é feito!
Qual é a contribuição retrospectiva do INSS? Descubra e veja como é feito! (Imagem: Marcos Rocha/FDR)

A contribuição retrospectiva é, na verdade, uma Acordo entre a pessoa e o Instituto Nacional da Segurança Social. O objetivo é pagar as parcelas atrasadas porque não foram pagas por algum motivo.

O objetivo é impedir a liberação de benefícios sociais. E, pelo contrário, o tempo de contribuição e o tempo de carência podem ser contados a favor do cidadão.

Quem pode fazer a Margem INSS?

Atualmente existe três tipos de segurados para fazer a contribuição retrospectiva ao INSS. Você é:

  • Colaboradores Opcionais:

É o caso das pessoas que pagam a segurança social sem esta obrigação. Ou seja, são pessoas que não exercem atividade remunerada, mas realizam o pagamento para manter seus direitos previdenciários. Neste caso é possível Pagar contas com menos de 6 meses de atraso.

  • Contribuintes individuais e MEI:

Em geral, este é o grupo autônomo. Então, autônomo sem emprego.

Neste caso, os pagamentos serão autorizados retrospectivamente a qualquer data ou período. Não é necessário comprovar o trabalho se o atraso for inferior a 5 anos.

pessoas que trabalham nele Consolidação do Direito do Trabalho (CTL).ou seja, com carteira assinada, recebem o pagamento do INSS enquanto trabalham.

Se forem demitidos, podem continuar a contribuir individualmente. Para isso é necessário gerar a guia de pagamento todo mês.

Como fazer um pagamento retroativo ao INSS

Quem quiser regularizar suas contas previdenciárias e regular seus pagamentos pode acessar o portal Meu INSS para regular. Experimente passo a passo:

See also  Renda fixa exige acompanhamento e estratégia para dar retorno; saiba como – Money Times

Colaborador opcional ou personalizado:

  • Acesse o site Meu INSS e selecione “Emitir boleto”;
  • Agora insira as informações como B.: Tipo de contribuinte e número do NIT/PIS/PASEP;
  • Ao entrar no portal, selecione os meses de contribuição que deseja pagar e emita os recibos.

MEI:

  • Acesse o portal PGMEI e insira o número do CNPJ;
  • Em seguida, selecione “Emitir boleto”;
  • Insira o ano desejado e os recibos serão gerados.
Cunha Roxa

Lila Cunha é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como relator especial para o portal FDR. Ela é responsável por selecionar as informações cobertas e garantir o padrão de qualidade do noticiário. Adicionalmente, trabalha com hard news desde 2019, cobrindo o universo empresarial a nível nacional.

Leave a Comment

x