“Quero pegar uma fivela” · Notícias de TV

As aventuras de Maria Bruaca (Isabel Teixeira) no Pantanal encantam os fãs de todo o Brasil. É o caso de Cássia, uma das participantes do encontro desta sexta-feira (27). A atriz pegou o microfone para revelar suas semelhanças com Madeleine (Bruna Linzmeyer/Karine Teles), mas se empolgou e também mostrou seu lado “Mary Bru”.

“Eu era uma Madeleine da vida quando tinha 15 ou 16 anos. deixei homens tudo louco. Eu apenas olhei e disse ‘ok, eu quero isso’. energia total. Estou mais calmo hoje… Estou passando por uma fase Maria Bruaca agora. Eu quero pegar uma fivela!”, disse o espectador.

“Meu Deus do céu…” Fátima Bernardes, apresentadora do programa, surpreendeu-se e riu. A convidada do dia, Bruna Linzmeyer, também riu com o público.

A mulher se referiu a uma cena da última quarta-feira (25) quando a personagem de Isabel Teixeira acariciou as coxas de Alcides (Juliano Cazarré). “Eu não sabia que você carregava uma arma,” Bruaca disse provocando. “É apenas a minha fivela”, respondeu o fazendeiro. “Um distintivo de respeito, né Alcides?”, acrescentou a dona de casa.

Cássia deixou os participantes do encontro felizes

Cássia ficou feliz no encontro

Madeleine na 1ª fase

Na atração matinal, Bruna Linzmeyer desvendou Madeleine, sua personagem na 1ª etapa do Pantanal. Já sob a pele de Karine Teles, Dondoca morreu no capítulo do último dia 21, vítima de um trágico acidente de avião.

“Falei com Karine esta semana, fomos almoçar e ela disse: ‘Quando olhei para suas cenas finalizadas, não havia uma careta que você fizesse, um arranhão na testa, nada específico que eu pudesse dizer. Então eu não tenho certeza do que as pessoas notam que faz parecer assim.” Então eu disse: “A energia”.

A atriz também escolheu o motivo do sucesso do remake. “Os personagens são muito contraditórios. São uma coisa e de repente são outra e se contradizem. E isso traz uma humanidade muito grande para a história, porque nos identificamos uns com os outros. Não somos perfeitos, erramos, queremos alguém ruim, mas queremos o bem… É muito legal”, disse o artista.

Filmar lá foi algo especial. Eu nunca vi nada assim. É muito diferente de tudo que estamos acostumados aqui no Sul, Sudeste. Essa imensidão. Não há montanha, não há canto. Foi muito poderoso. Acho que traz um nível diferente para a história, um peso diferente para a história, ter estado lá, conversar com as pessoas de lá, o café que tomei, as histórias que ouvi, tudo isso foi muito importante para o romance como um todo.

A novela Pantanal, de Benedito Ruy Barbosa, foi exibida em 1990 pelo extinto Manchete (1983-1999). O remake da Globo será adaptado por Bruno Luperi, neto do autor.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça “#102 – Tudo sobre o fim de mais vida, melhor!” em alto-falantes.


Inscreva-se no canal noticiário de TV no YouTube e assista a vídeos de revelações do Pantanal e outras novelas:

Inscreva-se no canal noticiário de TV no YouTube para assistir nossos boletins diários do reality show, entrevistas e vídeos ao vivo:

Leave a Comment

x