Rayssa Leal e Pâmela Rosa fazem dupla brasileira com bicampeonato e vice-campeonato no SLS Seattle

Com apenas 14 anos, Rayssa Leal venceu sua quinta etapa da Street League Skateboarding, realizada em Seattle, EUA. Com um total de 22,4, foi a segunda vitória consecutiva de Fadinha, que também havia vencido a etapa de Jacksonville em solo americano. Pamela Rosa ficou em segundo lugar e garantiu a dobradinha brasileira no pódio com um total de 21,4. A japonesa Momiji Nishyia, campeã olímpica, ficou em terceiro lugar com pontuação de 21,0.

Os brasileiros começaram a competição com boas voltas. Saindo pela primeira vez para a pista de um primeiro lugar nas semifinais, Rayssa Leal conseguiu inserir boas manobras e obteve a melhor pontuação de 6,5 em sua primeira volta. Pamela Rosa caiu logo no início da primeira volta e conseguiu apenas 0,7 pontos, mas se recuperou na segunda tentativa e ficou com o segundo melhor resultado da etapa, um décimo abaixo da marca de Rayssa. O americano Pinson ficou em terceiro com um 6.0, enquanto os japoneses Oda e Nishiya, adversários de Rayssa e Pamela em todas as etapas do SLS, receberam notas de 5.3 e 5.1.

Na primeira manobra, Pamela Rosa passou um Gap Smith de frente e conseguiu um 7,8. Rayssa perdeu as duas primeiras tentativas e teve que entrar em uma manobra de segurança na terceira tentativa para terminar entre as quatro primeiras e ter mais duas chances de melhorar sua nota. Ela estava sob pressão na manobra final e precisava de um 5,7 para se classificar, mas Fadinha se saiu melhor do que o esperado, marcando 8,1 e se classificando em terceiro lugar com um total de 20,6. Pamela acertou um ferreiro pelas costas no maior obstáculo, revertendo seu resultado anterior, somando mais 7,2 para 21,4. Os outros dois lugares foram ocupados pela japonesa Momiji Nishyia, campeã olímpica (21,0) e Yumeka Oda (19,8).

Nas duas rodadas adicionais, os dois brasileiros melhoraram suas notas. Rayssa igualou um tailslide por trás, eliminando a classificação de 5,7 com sua nova pontuação de 7,8, deixando Pamela em segundo lugar. Yumeka Oda errou as duas manobras, não conseguiu melhorar sua nota e terminou em quarto lugar.

Rayssa, atleta da Nike, fornecedora de roupas esportivas da seleção brasileira de futebol, competiu com o novo uniforme apresentado para a Copa do Catar na semana passada. Ela postou uma foto com o uniforme nas redes sociais, explicando que o símbolo representa todos os brasileiros que amam esportes.

As finais do SLS serão disputadas nos dias 5 e 6 de novembro no torneio Super Crown, no Rio. A venda pública começa no dia 5 de maio.

Leave a Comment