Renato Gaúcho sonha com seleção, fala flamenguista e defende Andreas

Renato Gaúcho está desempregado desde que deixou o Flamengo após perder a decisão da Copa Libertadores para o Palmeiras. Ele saiu depois de não conquistar títulos com o famoso time, mas ele não parece ter esquecido o clube. Nesta quinta-feira, em entrevista ao Tá na Área, do SporTV, o técnico fez uma média enorme com a ex-pátria, falando por sua vez com Andreas Pereira, responsável pelo erro que custou o título aos americanos na decisão, e revelou que também sonhos da seleção brasileira – Tite sai no final do ano.

“Meu sonho é treinar a seleção brasileira e não mudei esse pensamento”, disse Renato Gaúcho. “Um treinador que se garante tem que pensar grande”, assegurou, sem olhar para baixo após o desempenho recente do Flamego após um início devastador.

O clube rubro-negro foi muito discutido pelo técnico no programa, que se defendeu após as críticas ao final do trabalho e também mostrou confiança em retomar o controle do time. Até a praia do Flamengo foi descrita por ele como a melhor.

“Eu praticamente trabalhava sem ter tempo para trabalhar. A cada três dias ele tinha uma decisão. Jogamos em três competições, com muitos jogadores no departamento médico”, raciocinou. “Conquistamos o segundo lugar do Brasileiro e da Libertadores. Se você não ganhar um título com um clube tão grande quanto o Flamengo, de repente você não é mais bom. Mas tive muita sorte de ter trabalhado no Flamengo, não tenho do que reclamar e espero um dia voltar ao clube. Um grupo muito bom, com jogadores competentes que gostaram de trabalhar.”

Renato Gaúcho negou a Andreas Pereira a culpa pelo vice-campeonato da Libertadores e previu que o meio-campista em breve se juntará à seleção brasileira. “Infelizmente, Andreas teve essa jogada infeliz, o Palmeiras se aposentou e conquistou o título. Mas o Andreas é um jogador muito bom, bem acima da média. Você pode escrever: ele vai para a seleção brasileira, pode ter certeza disso.”

Renato aproveitou para dar uma leve cutucada em Paulo Sousa, que atualmente comanda a equipe. “O novo técnico do Flamengo veio e pediu uma tela em campo. Acho uma ótima, boa ideia, mas quando um técnico brasileiro pergunta, eles o chamam de professor Pardal. Mas como é português tudo bem.”

Sem citar nomes, ainda disparou contra as más contratações no mundo da bola. “O futebol é onde as pessoas mais incompetentes do mundo estão empregadas. No mundo! Mas alguns têm o poder da caneta e no final é o torcedor que paga a conta.”

O empresário revelou que descartou a proposta do Santos ao deixar o Grêmio para ‘ficar perto da família’ no Rio, mas garante que está aberto a novas propostas. “Sou profissional, se vier a proposta estudo e se gostar trabalho”, garantiu, evitando dizer quem é o melhor jogador do país. “Alguns estão indo muito bem, então é difícil dizer que este é o melhor.”




Saber mais

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta
+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Após mulher dizer que Gusttavo Lima é pai da filha, ela pode ser processada
+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave frango cru


Leave a Comment