Seminário discute rede de proteção no combate à violência sexual contra crianças e jovens

O seminário acontecerá nesta terça-feira (24 de maio) em Porto Alegre A rede de proteção no combate à violência sexual contra crianças e jovens. O evento, promovido pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes – CEEVSCA/RS – é gratuito e transmitido pelo Youtube.

Neste seminário, além da participação de profissionais de diversos municípios do país que vão compartilhar as experiências de trabalho em rede, o primeiro painel contará com jovens e jovens que falarão sobre suas percepções sobre a violência sexual contra crianças e os serviços públicos. O CEEVSCA/RS é vinculado à Secretaria de Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social (SICDHAS).

Em 2020, o Brasil registrou mais de 60.000 estupros, com 73,7% dos casos envolvendo vítimas vulneráveis ​​incapazes de consentir. A maioria das vítimas era do sexo feminino (86,9%) e em 85,2% dos casos o agressor era conhecido da vítima, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, 2021.

No Rio Grande do Sul ocorrem diariamente 27 casos de violência contra crianças e jovens, sendo 25% de violência sexual. Entre 2018 e 2020, 29.320 crianças e jovens no Rio Grande do Sul foram vítimas de violência, segundo dados do Sistema de Informação de Agravos de Registro (SINAN) da Secretaria de Saúde (MS). Dos casos registrados, 6.659 envolveram casos de violência sexual, o segundo mais notificado.

Estudos apontam para o aumento da violência contra crianças e jovens durante a pandemia, com base em medidas de isolamento social e prisão domiciliar. Há uma necessidade crescente de fortalecer as políticas públicas para garantir a proteção e defesa dos direitos das crianças e dos jovens.

Um dos mecanismos criados pelo governo para evitar a revitimização de crianças e jovens foi a aprovação da Lei Federal nº 13.431/2017, regida pelo Decreto nº Vítima ou Testemunha de Violência.

See also  Pré-eclâmpsia e hemorragia pós-parto são as principais causas de mortalidade materna no RS - Rio Grande do Sul

Esta legislação prevê a implementação de medidas integradas e coordenadas para proteger crianças e jovens através de várias medidas, incluindo:

• Mapeamento dos serviços da rede de proteção;

• Criação/organização do processo de atendimento e logs;

• Estabelecimento do Comitê Colegiado de Gestão da Rede;

• incluindo a criação de mecanismos de troca de informações.

Além disso, um dos recursos mais importantes é o estabelecimento de centros de apoio integrado, instalações que abrigam programas e serviços que prestam atendimento e apoio integral e multiagencial a crianças e jovens vítimas ou testemunhas de violência, tais como: B. O Centro de Referência de Atendimento à Criança e ao Adolescente – CRAI do Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas em Porto Alegre/RS, em funcionamento desde 2001, e o CRAI foi recentemente instalado em 02 de maio deste ano no Hospital Geral de Caxias do Sul inaugurada.

O fortalecimento do trabalho integrado e em rede é essencial para prevenir a violência sexual e outras formas de violência contra crianças e jovens e garantir seus direitos fundamentais consagrados no Estatuto da Criança e do Jovem (ECG), incluindo o direito à vida, à saúde, à dignidade, Respeito e Liberdade.

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Jovens

O dia 18 de maio foi declarado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Jovens. A data faz alusão a um crime bárbaro, o “caso Araceli”, ocorrido em 18 de maio de 1973 na cidade de Vitória (ES). Araceli Cabrera Sanches, de apenas oito anos, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma família tradicional do Espírito Santo. O crime fica impune.

SERVIÇO

O que: Seminário: A rede de proteção no combate à violência sexual contra crianças e jovens.

See also  coisas da província | A HORA

Quando: 24 de maio de 2022, das 13h30 às 17h

De onde: Auditório Romildo Bolzan, Auditoria do Estado, Siqueira Campos, Centro Histórico, Porto Alegre.

Registros: Link para inscrição: encurtador.com.br/iklrF (Símbolo)

• Evento gratuito com transmissão ao vivo no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCj_074izCUS2_C8_E6QZR4A

Saber mais:

• Via Instagram@ceevscars
• Por e-mail: ceevsca.rs@gmail.com
• Contato: 51 99851-8573 (Rosângela) 51 98210-2460 (Cristina)

Texto: Ascom SICDHAS
Saída: Secom

Leave a Comment

x