Tensão no TN: o exército ucraniano espremeu Nelson Castro ao vivo

Após a polêmica desencadeada no televisão E no redes sociais pela Cobertura de Nelson Castro da guerra russo-ucraniana para TN (Todas as notícias)nesta quarta-feira, 16 de março de 2022 pela manhã algo estranho aconteceu ao vivo no celular do jornalista de Lutsk, Ucrânia.

Enquanto o comunicador de 66 anos entrava no ar de uma das cidades do país que sofrem os ataques russos, ele foi denunciado por uma pessoa na rua e o exército local foi controlá-lo enquanto ele falava com seus companheiros que estavam no estudo do canal na Argentina.

Momento desconfortável ao vivo de Nelson Castro para TN da Ucrânia: “Dê-me um segundo”

O repórter normalmente descrevia o que acontece no conflito armado da rua, até Ele começou a olhar atrás das câmeras porque algo estranho estava acontecendo e ele não a fechou.

“Dê-me um segundo, eles vão tirar fotos disso. Isso está acontecendo em uma esquina na cidade de Lutsk”iniciado Nelson Castro em sua história para detalhar o que estava acontecendo.

Além disso, observou que aqueles que o abordavam estavam “tranquilos” e “pedindo a documentação para tirar foto do credenciamento” para verificar se era mesmo um funcionário da imprensa.

“Lá estão mostrando o credenciamento, claro, não podemos mostrá-los”explicou o protagonista como parte do diálogo com seus colegas TN. “Tudo isso está acontecendo atrás das câmeras, eu estou narrando”aprofundado.

“É notável porque o senhor, nNão sei se será autoridade ou não, mas foi o homem à paisana quem fez a denúncia. O homem fez a reclamação e o exército veio”ampla Nelson Castro em sua descrição, para deixar claro que um homem local havia duvidado deles e por isso havia avisado a polícia.

Por que TN forçou Carolina Amoroso, companheira de Nelson Castro, a retornar de sua viagem à Ucrânia?

Segundo o jornalista Karina Mazzocco em À Tarde (TV Americana), Os treze Ele não ficou satisfeito com o trabalho de Carolina Amoroso e exigiu que ela retornasse imediatamente ao seu país natal. “Ele tinha algum medo, mas da produção exigiram que ele visse a guerra. Disseram que mostrava muito hotel”, revelou. Em resposta, Amoroso ficou muito zangado com esta situação e disse às autoridades TN que “se ela voltasse, todos voltavam”.

O exército ucraniano controlou a equipe TN ao vivo.

Mais tarde, Carolina falou pelo portal digital primícias alguns dias atrás e explicou: “Passei 18 dias cobrindo e é bastante neste contexto. Veio um professor que eu amo, que é Nelson Castro. Ou seja, esta semana volto à Argentina”.

Além disso, deixou claro que não queria divulgar mais sobre os antecedentes para evitar problemas. “Não gostaria de falar muito mais para me preservar. Realmente, tem sido uma experiência forte para mim. Obrigado por respeitar”fechado à pura evasão.

Leave a Comment