Todas as cenas de sexo de celebridades mais impertinentes em filmes – ant777.club

Enquanto muitos de nós podem apreciar o cinema como uma forma de arte pura de narrativa visual, alguns espectadores são atraídos pelos filmes para que possam ver pessoas bonitas na tela. Alguns filmes fazem seu sangue bombear com emoções de arrepiar ou sustos arrepiantes, mas outros fazem isso através de cenas de sexo de celebridades atrevidas. Não há vergonha em assistir filmes apenas para isso.

Nos dias desde que o código de produção foi levantado nos anos 60, o cinema americano viu todos os tipos de ação escandalosa nos cinemas. Além disso, o cinema mundial está à frente da curva há anos em termos de mostrar momentos íntimos com a câmera. Hoje em dia, nada parece surpreender o público que se tornou tão insensível ao conteúdo sexual.

Seja como for, há cenas de sexo de celebridades que ainda se destacam como exemplos de como mostrar artisticamente o erotismo. Neste artigo, mencionaremos alguns momentos notáveis ​​de fazer amor em filmes recentes e antigos. Tente não ficar muito quente e incomodado lendo isso.

Boogie Nights

Em um filme sobre a indústria pornô do final dos anos 1970, você pode esperar algumas cenas de sexo de celebridades. O sucesso de Paul Thomas Anderson em 1997 Boogie Nights segue a história de Eddie Adams (Mark Wahlberg), um adolescente que ganha fama como o pornstar Dirk Diggler. Dirk sobe rapidamente ao topo da indústria por seu talento dado por Deus.

Ao longo do filme, há vários momentos lascivos entre Dirk e seus colegas de elenco. Diggler é descoberto pelo pornógrafo Jack Horner (Burt Reynolds). Depois de persuadir Dirk a largar seu emprego, Horner o faz provar a si mesmo em seu sofá em uma cena com a sexy Rollergirl (Heather Graham). Como Boogie Nights progride, o vapor só se intensifica.

See also  Onde assistir 'Uncharted' 2022 streaming online grátis em casa – ant777.club

Na primeira filmagem pornô real de Dirk Diggler, ele tem um encontro sensual com a sensual Amber Waves (Julianne Moore). A cena é tão sedutora, que quase parece que Wahlberg e Moore estão tendo relações sexuais de verdade. Há muitas outras cenas de sexo ao longo do filme, mas as coisas pioram quando os anos 80 chegam.

Embora haja muita diversão sexy por toda parte Boogie Nights, PTA também traz alguns temas pesados ​​para este filme. Quando o vídeo pornô é introduzido, a qualidade diminui e as coisas ficam sombrias. Muitos dos personagens lidam com trauma, insegurança e abuso de substâncias. O filme termina com uma nota alta, tornando-o imperdível para qualquer cinéfilo.

Amor e basquete

Filme de 2000 de Gina Prince-Bythewood Amor e basquete é um marco do cinema moderno por vários motivos. Prince-Bythewood disse que decidiu fazer uma versão afro-americana de Quando Harry Conheceu Sally quando ela começou a escrever Amor e basquete. Embora este filme seja uma representação cativante do amor negro, também é um filme esportivo provocativo.

Uma das cenas que gerou controvérsia dos censores ocorre quando os personagens Monica Wright (Sanaa Lathan) e Quincy McCall (Omar Epps) se tornam íntimos após anos de paixão um pelo outro. Comparado com outras cenas de sexo de celebridades, Epps & Lathan’s é bastante manso. No entanto, a MPAA reclamou que era “real demais” para o público mais jovem.

Na cena, há muitas preliminares, incluindo massagens e tempo gasto apreciando os corpos um do outro. Enquanto outras cenas de sexo de celebridades parecem grosseiras e juvenis, temos a sensação de que esses dois personagens se amam e se importam profundamente um com o outro. O romance deles é aquele que se desenvolveu desde que eram amigos de infância jogando basquete juntos.

See also  Os 2 principais seriados em hindi 2022 Story & Review – ant777.club

Além de ter uma cena de amor sensual, Amor e basquete também inclui muitos comentários sociais sobre gênero. Quincy e Monica são igualmente apaixonados por basquete, com ambos ganhando bolsas de estudos na faculdade. No entanto, ambientado em uma era antes da WNBA, Monica atinge o teto de vidro enquanto Quincy vai para os profissionais.

Me Chame Pelo Seu Nome

Embora nenhuma das estrelas deste filme seja queer, o filme de Luca Guadagnino de 2017 Me Chame Pelo Seu Nome ainda é uma adição importante ao cânone do cinema queer. No filme, Oliver (Armie Hammer), um professor de 24 anos e Elio (Timothée Chalamet), um estudante de 17 anos, têm um caso na Itália dos anos 80.

Uma das cenas mais apaixonadas do filme tecnicamente nem é uma cena de sexo de celebridade. Pelo contrário, é uma cena de masturbação onde Elio está pensando em Oliver e se diverte dentro de um pêssego. A cena está repleta de emoções de raiva, saudade e desorientação, que equivalem a uma das cenas mais amorosas do filme.

Embora existam muitas cenas de sexo com celebridades ao longo do filme, essas são algumas das mais notáveis ​​da memória recente. À medida que o cinema avança, só podemos esperar que haja mais conteúdo que ultrapasse os limites no futuro. Qual é a sua cena de amor favorita no cinema? Deixe-nos saber nos comentários!

Leave a Comment

x