uma maravilhosa aventura de fantasia influenciada por anime que gerou um dos maiores fracassos de Shyamalan e pode ser vista na Netflix

No início dos anos 2000, a rede Nickelodeon buscava uma série de aventuras e magia que de alguma forma combinasse as sagas de Harry Potter e ‘O Senhor dos Anéis’, mas voltada para um público mais infantil. A ideia de que Bryan Konietzko e Michael DiMartino apresentado ia um pouco além do que a rede buscava, e daria origem a uma das séries de animação de maior sucesso dos últimos tempos.

Atualmente disponível na Netflix,’Avatar. A lenda de aang‘ (‘Avatar. O último dobrador de ar’) levou os espectadores a um mundo cuidadosamente construído em que algumas pessoas desenvolveram a capacidade de lidar com um dos quatro elementos fundamentais, água, terra, fogo e ar. Esses professores foram agrupados em nações de cada elemento e, em cada geração, nasceu um que tinha a capacidade de controlar os quatro. Essa pessoa era o avatar, e sua missão era manter o equilíbrio no mundo.

As aventuras de infância de ‘Avatar’

‘Avatar. The Last Airbender estreou na Nickelodeon em 2005 e foi um grande sucesso desde o início. Começou a mostrar esse mundo em guerra pelo desejo expansionista da Nação do Fogo, e com o avatar desapareceu. Este é um jovem dobrador de ar chamado Aang, que passa anos congelado em um iceberg até ser resgatado por dois membros da Tribo da Água, Katara e Sokka. Acompanhado por eles, Aang embarca em uma jornada para dominar os outros três elementos e assim, finalmente, enfrentar Ozai, o Senhor do Fogo.

‘Avatar’ tem três temporadas, ou “livros”, em que vemos não só as viagens dos três protagonistas, mas a perseguição de Aang por Zuko, filho do Senhor do Fogo, expulso de sua terra, que acredita que poderá retornar triunfante se conseguir capturar o avatar. A série traça alguns paralelos entre os eventos da vida de Zuko e Aang, que precisam descobrir que tipo de pessoas querem ser, e são chamados a ser, antes que possam assumir seus destinos. E ele faz isso de uma maneira muito divertido e luz.

Todos os filmes do Studio Ghibli classificados do pior ao melhor

Ou levemente no início, porque algo que ‘Avatar’ faz com muita habilidade é ir adicionando alguns toques um pouco mais sérios e um pouco mais adultos, por assim dizer, à medida que suas estações progridem. Afinal, a Nação do Fogo exterminou todos os dobradores de ar para tentar matar o avatar, e toda vez que Aang faz pleno uso de seus poderes, ele se torna tão forte que pode até dar um pequeno dano.

Mas esses tons estão abaixo de aventuras em que se aprecia que Aang, Katara e Sokka ainda sejam crianças. A ideia inicial de Konietzko e DiMartino é que a “magia” de seu mundo seja muito mais tangível, que seja uma habilidade que deve ser aprendida para usar como se fosse uma arte marcial, e envolvia tudo em claras influências da filosofia oriental e da animação japonesa. A sombra dos filmes do estúdio Ghibli (especialmente ‘Princesa Mononoke’) é claramente perceptível em ‘Avatar’.

Filmes e sequências: de Shyamalan a Korra

Como dissemos, ‘Avatar: The Legend of Aang’ foi um enorme sucesso para a Nickelodeon entre 2005 e 2008, e até ganhou um prêmio Peabody. Assim que não era estranho que Hollywood quisesse tirar vantagem disso transformando a série em um filme live-action. ‘Airbender: The Last Warrior’ (‘The Last Airbender’) não era, no entanto, do agrado de praticamente ninguém. O filme de M.Night Shyamalan foi acusado de branqueamento ao procurar atores caucasianos para papéis que, na série, eram personagens inuíte ou oriental, e a história abandonou a mensagem original de tolerância e equilíbrio em favor de aventuras de ação e efeitos especiais.

korra

Embora o filme tenha sido um fracasso, a Nickelodeon quis continuar vivendo um pouco mais no mundo de ‘Avatar’ e, em 2012, Konietzko e DiMartino lançaram uma sequência da série, ‘The Legend of Korra’, cujo protagonista era o próximo na linha de avatares, um adolescente um pouco mais velho que Aang e que vivia em um mundo um pouco mais urbano. A série mergulhou mais fundo no mundo introduzido em 2005 e, ao aumentar a idade de seus protagonistas, permitiu-se lançá-los em aventuras um pouco mais sérias.

Os 27 melhores filmes e séries de anime da década (2010-2019)

Os dois títulos, ‘Avatar. A lenda de aang‘ e ‘a lenda de korra‘, compõem um dos universos de aventura infanto-juvenil mais bem construído dos últimos tempos, repleto de personagens memoráveis ​​e animação de primeira, principalmente na segunda série. Além disso, os dois continuaram em quadrinhos e videogames, e seus fãs exibem um grande talento na internet para ilustrações e, claro, ficção de fã.

Avatar - O Último Dominador de Ar [Edizione: Regno Unito] [Reino Unido] [DVD]

Avatar – O Último Dominador de Ar [Edizione: Regno Unito] [Reino Unido] [DVD]

Leave a Comment